CÂMARA MUNICIPAL DO CABO ANULA POSSE DE IRMÃO FLÁVIO, VEREADOR PRESO EM OPERAÇÃO POLICIAL QUE FOI REELEITO E DIPLOMADO

Foi publicada, no Diário Oficial dos Municípios de Pernambuco desta quarta-feira (6), a decisão de anular a posse por procuração do vereador eleito e diplomado Irmão Flávio (PL), do Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife.

Ele foi um dos alvos da operação Rateio II, da Polícia Civil, e está preso desde julho de 2020, por suspeita da prática de “rachadinha”, quando o parlamentar recebe parte dos salários dos funcionários do gabinete.

Por meio de nota, a Câmara dos Vereadores do Cabo informou que “a decisão de anular a posse foi tomada pela mesa diretora da Câmara do Cabo de Santo Agostinho, por ter acontecido de forma irregular”.

Ainda de acordo com o texto, a Câmara aguarda a manifestação da defesa do vereador para seguir os trâmites legais e somente após esse procedimento é que deve ser definida a convocação do suplente.

Irmão Flávio, que, antes das eleições utilizava o nome político de Flávio do Fórum, foi reeleito nas eleições 2020 com 1.078 votos. No dia 28 de dezembro de 2020, o Supremo Tribunal Federal (STF) negou o habeas corpus para o vereador, que continuou preso no Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, no Grande Recife.

Do G1.

Compartilhe:

Comentários

comments