JÁ PODE BAIXAR APLICATIVO E REALIZAR CADASTRAMENTO PARA RENDA DE R$ 600

A partir de agora, de 15 milhões a 20 milhões de trabalhadores informais não inscritos em programas sociais poderão baixar o aplicativo da Caixa Econômica Federal que permite o cadastramento para receberem a renda básica emergencial.

O auxílio – de R$ 600 ou de R$ 1,2 mil para mães solteiras – será pago por pelo menos três meses para compensar a perda de renda decorrente da pandemia de coronavírus.

A Caixa também lançará uma página na internet e uma central de atendimento telefônico para a retirada de dúvidas e a realização do cadastro.

Deverão cadastrar-se trabalhadores autônomos não inscritos no Cadastro Único de Programas Sociais (CadÚnico) e que não pagam nenhuma contribuição para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Quem não sabe se está no CadÚnico pode conferir a situação ao digitar o número do Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) no aplicativo.

Quem contribui para a Previdência como autônomo ou como microempreendedor individual (MEI) já teve o nome processado pela Caixa Econômica e está automaticamente apto a receber o benefício emergencial. Ontem (6) à noite, o ministro Onyx Lorenzoni disse que os primeiros benefícios começarão a ser pagos ainda hoje para quem está nos cadastros do governo. Segundo ele, o pagamento para esse primeiro grupo deve ser concluído até quarta-feira (8).

Ainda na manhã desta terça-feira, dia 07, o governo disponibilizou o site para o cadastro https://auxilio.caixa.gov.br/#/inicio e os aplicativo que pode ser baixado e instalado em celulares ( iOS: https://apple.co/2xb9D9B e Android: https://bit.ly/2x2r9Nw.

Após o preenchimento do nome completo, data de nascimento e CPF, é solicitado a renda, numero de telefone para contato e o CPF dos membros da casa e por último de que forma pretende receber o benefício, em conta física ou digital. A averiguação leva em média 24h, e no mesmo site você acompanha se foi liberado o benefício.

Compartilhe:

Comentários

comments