PENITENCIÁRIA DE CARUARU PROMOVE DIA DE SERVIÇOS PARA DETENTOS SEM VISITAS FAMILIARES

Detentos sem visitas, com vínculos afetivos fragilizados ou rompidos, são, pela primeira vez, o público alvo da ação realizada nesta quinta (05/12), na Penitenciária Juiz Plácido de Souza (PJPS), em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. Dados da unidade prisional mostram que 220 detentos dos mais de 1.600 recolhidos ficam de fora das visitas familiares aos domingos por não haver visitantes cadastrados.

Nesta quinta, o projeto, denominado Reinserção dos Apenados da PJPS, levou ações de saúde, cidadania, valorização pessoal, profissionalização e resgate de vínculos familiares. A equipe multiprofissional da unidade fez a escuta dos detentos e em seguida os encaminhou para os serviços necessários como atendimento médico, de enfermagem, testes de glicemia e rápido, avaliação odontológica, atendimento pelo psicossocial e saúde, além do encaminhamento à escola, levantamento de documentação necessária como registros e RGs e entrega de kits de higiene. Os reeducandos também tiveram direito a cortes de cabelo e mutirão jurídico.

“Um levantamento sobre a situação familiar dos presos também foi feito para avaliar a possibilidade de um resgate de vínculo familiar posteriormente, o projeto visa à reinserção no meio familiar e social”, explicou o gerente da PJPS, Paulo Paes. A equipe de trabalho contou com agentes penitenciários, estagiários, universitários, colaboradores e com o apoio do Centro Universitário Tabosa de Almeida ASCES/Unita  e Uninassau.

Compartilhe:

Comentários

comments