PROJETO DE JOAQUIM LIRA COBRA CAPTAÇÃO DE ENERGIA SOLAR EM PRÉDIOS ESTADUAIS

Vislumbrando uma vida sustentável para os pernambucanos, o deputado estadual Joaquim Lira apresentou na Assembleia Legislativa (Alepe), um Projeto de Lei (PL) que tem como ementa a instalação de sistemas de captação de energia solar em prédios públicos no Estado de Pernambuco. A proposta tem como objetivo estimular o uso deste tipo de energia, além de proporcionar sustentabilidade ambiental e economia financeira.

O projeto preconiza que os editais de licitação de obras de construção de prédios públicos poderão exigir a obrigatoriedade de instalação de sistema de captação de energia solar. Ainda segundo o documento, as disposições da referida lei não serão aplicadas quando, por meio de estudo técnico realizado por profissionais devidamente qualificados, ficar comprovada a inviabilidade técnica da instalação do sistema.

O parlamentar justifica que a adoção de um sistema de captação se torna extremamente vantajosa e confiável, pois, diferentemente de outras fontes geradoras, como por exemplo, a hidrelétrica, o carvão ou o gás, o sistema fotovoltaico depende exclusivamente da luz solar, fonte renovável e inesgotável. “Além do potencial energético voltado à sustentabilidade ambiental é correto afirmar que o crescimento na adoção desta tecnologia vai gerar empregos diretos e indiretos, além de atrair elevados investimentos empresariais”, disse.

Segundo a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR), o Brasil deverá ter um salto de 44% na capacidade instalada de energia solar em 2019, levando o país à marca de 3,3 giga watts (GW) da fonte em operação. “O uso de energias alternativas e renováveis, especialmente a energia solar, não pode continuar a passar despercebido pelo Brasil, principalmente em nosso estado, que é banhado pelo sol praticamente durante todo ano”, destacou Lira.

Comentários

comments