PRESO EM GRAVATÁ ACUSADO DE MATAR CABO DA POLÍCIA NO DISTRITO FEDERAL

Policiais Civis da 62ª Delegacia de Gravatá, na noite da terça-feira (13), sob o comando do Delegado Álvaro Grako,  com apoio da  Polícia Civil do Distrito Federal – PCDF, deu cumprimento ao Mandado de Prisão Preventiva expedido pelo Tribunal do Júri de Ceilândia – DF em desfavor de Washington Vieira do Nascimento, vulgo Miau.
 
Washington é acusado de ter assassinado a tiros o Cabo Romildo Palhares Ribeiro em 2007 e desde então estava foragido. Após intercâmbio de informações com a PCDF a respeito do foragido, Policiais Civis lotados na Delegacia de Polícia de Gravatá, no Agreste de Pernambuco, diligenciaram no sentido de localizá-lo. Durante as investigações chegou-se aos endereços dos familiares de Washington, onde foi localizado e preso.
 
Após as medidas legais cabíveis, o preso foi encaminhado ao Presídio de Vitória de Santo Antão, onde aguarda para ser recambiado para o Distrito Federal.
 
Do Agreste em Alerta.

Comentários

comments