EX-PREFEITA DE GAMELEIRA É PRESA EM OPERAÇÃO QUE INVESTIGA FRAUDES EM LICITAÇÕES

A ex-prefeita do município de Gameleira, Zona da Mata do Estado, Yeda Augusta Santos de Oliveira foi presa na manhã desta quarta-feira (07), em uma operação da Polícia Civil deflagrada pela equipe do Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado (Draco).

Além da prefeita, outras oito pessoas — cinco delas mulheres — foram presas por força de mandados expedidos pela Vara Criminal das cidade de Amaraji e Gameleira. Todos os investigados são apontados como envolvidos nos crimes de organização criminosa, peculato, fraude à licitação e lavagem de dinheiro. Durante o cumprimento dos mandados de busca e apreensão, foram apreendidos uma caminhonete e um quadriciclo.

Segundo o delegado Jean Rockfeller, gestor das Delegacias Especializadas, a ex-prefeita de Gameleira Yeda Augusta Santos de Oliveira (eleita em 2012 pelo PDT) é uma das suspeitas e já foi presa na manhã desta quarta-feira. “Além dela, um advogado também fazia parte da organização criminosa. Ele prestava serviços para as duas prefeituras através de uma empresa e favorecia licitações nas duas cidades, somando um prejuízo total de aproximadamente R$ 1 milhão aos cofres públicos”, afirmou.
 
Os mandados resultaram na apreensão de uma caminhonete e um quadriciclo, e buscas e apreensão em residências nas operações denominadas “Carta Marcada” e “Sequência Real”, nas cidades de Gameleira, Ribeirão, Amaraji, Recife, São Lourenço da Mata e Escada.
Compartilhe:

Comentários

comments