COSTUME; MORADORES USAM GARRAFA D’ÁGUA PARA ESPANTAR CÃES

Os curiosos já devem ter percebido, mas aposto que muitos ainda não entenderam. Você, você mesmo, caro leitor, já notou que alguns moradores têm colocado garrafas com água na porta de casa? Elas estão em portas, portões, grades e até mesmo naqueles ferros de proteção nas calçadas. Não percebeu ainda? Então, está na hora de ficar mais atento.

Alguns, chegam a amarrar com fios para que nenhum “espertinho” leve. Outros, enfileiram dezenas para não abrir espaço para dúvidas. A questão é: você sabe que danado é isso? Para que servem? E como se reproduziram tão rapidamente nas comunidades da Região Metropolitana? Brincadeiras à parte, os recipientes fazem parte de uma estratégia popular para afastar cães e, consequentemente, evitar que façam xixi e cocô em frente às residências. Mas será que isso dá mesmo certo?

Para resolver o impasse e tirar, de uma vez por todas, as dúvidas sobre o funcionamento das tais garrafas, a reportagem do OP9,  falou com a médica veterinária Priscila Maria Cordeiro da Costa, especialista em nutrição de cães e gatos em atuação na Paraíso dos Pets. Segundo ela, a ideia faz sentido, mas não há comprovação científica da eficácia.

“Os cães tendem a se afastar quando se veem refletidos na imagem. Eles acham que é outro cão, muitos ficam agitados, latem e se afastam para evitar brigas. Outros têm medo da garrafa e/ou água por trauma mesmo. Possivelmente, já levou algum banho para sair dos lugares. É preciso entender que os cães tendem a urinar marcando território. Ele cheira, sente o cheiro da urina de outro cão e tende a urinar por cima. Nesse momento, pode ser que se assuste ao se ver refletido, mas a tendência é não funcionar e eles urinarem sim”, explicou a veterinária.

A especialista lembra ainda que a estratégia é mais antiga do que parece. “Isso de colocar água em garrafas é velho e seu objetivo inicial era afastar moscas. Sacos plásticos transparentes também eram usados, lembra? A partir disso, algumas pessoas perceberam que ao colocar junto a mesas (para espantar moscas) os cães da casa também se afastavam. Mas não há nenhuma explicação científica que comprove”, concluiu.

Do OP9

Comentários

comments