EM CRISE, GOVERNADOR NOMEIA EX-PREFEITO DE CHÃ GRANDE PARA CARGO COMISSIONADO

Em um período que alega passar por uma vasta crise no estado, o Governador Paulo Câmara, não hesitou em nomear para cargos de confiança ex-prefeitos “apadrinhados” por seu partido político. Entre os recentes está o ex-prefeito de Chã Grande, Daniel Alves de Lima (PSB), que foi nomeado segundo o Blog do Jamildo, como assessor na Secretaria das Cidades.

Daniel foi prefeito da cidade entre 2013 e 2016. O ex-prefeito constou da lista oficial do TCE, de gestores com contas rejeitadas, divulgada em 2016, antes do prazo de registro eleitoral. Apesar desta posição do TCE, a Justiça Eleitoral permitiu a sua candidatura, mas o gestor não conseguiu a reeleição.

Daniel Alves é mais um em uma longa lista de ex-prefeitos contemplados em cargos comissionados pelo governador Paulo Câmara, na mesma semana também foram nomeados os ex-prefeitos de Verdejante e Cedro.

Recentemente, as nomeações foram objeto de debate na Assembleia. O deputado Álvaro Porto (PSD), em discurso em junho, criticou a nomeação pelo governador de quatro ex-prefeitos para cargos em comissão no Governo do Estado. Os atos, datados de 31 de maio, foram interpretados pelo parlamentar como “montagem do palanque para reeleição”.

Na época, foram nomeados os ex-prefeitos Ferdinando Lima de Carvalho (PSD), de Parnamirim, Luciano Torres Martins (PSB), de Ingazeira, Paulo Tadeu Guedes Estelita (PSB), de Vicência, e Antônio Auricélio Menezes Torres (PSB), de Cabrobó.

Com informações do Blog do Jamildo.

Compartilhe:

Comentários

comments