PREFEITOS DE CIDADES INUNDADAS SÃO ORIENTADOS A NÃO REALIZAREM FESTAS JUNINAS

Estado de emergência não é salvo conduto para gasto desenfreado de dinheiro público. O recado foi repassado nesta quarta-feira (7) pelo procurador-geral de Justiça, Francisco Dirceu Barros, a prefeitos de 27 municípios atingidos por enchentes na Mata Sul e Agreste de Pernambuco. No encontro, que ocorreu em Palmares, Barros lembrou e orientou para que os prefeitos cancelem os festejos juninos das cidades atingidas.

A reunião tratou ainda sobre atos que poderão ser tomados pelo Poder Executivo diante da situação de emergência. O MPPE quer assegurar que as as verbas destinadas para ajudar as famílias atingidas pela chuva não sejam desviadas para outras situações.

Do G1/JC Online.

Compartilhe:

Comentários

comments