POLÍCIA FEDERAL DEFLAGRA “OPERAÇÃO DIVISA SUL” E PRENDE UM EM AMARAJI

Na manhã desta quinta-feira, (16) a Polícia Federal através de suas Superintendências em Alagoas e Pernambuco desencadeou a “Operação Divisa Sul”, cujo objetivo é desarticular uma organização criminosa chefiada pelo indivíduo conhecido como “Flávio Galego” e composta por criminosos de alta periculosidade, residentes no estado de Pernambuco e que nos últimos meses teriam perpetrados diversos roubos à mão armada e explosões de caixas eletrônicos nos estados de Pernambuco e Alagoas.

A ação criminosa da organização criminosa chamou a atenção dos investigadores da Delegacia de Repressão a Crimes Patrimoniais e tráfico de Armas da SR/PF/AL que identificaram dentre outros crimes que eles teriam realizado as seguintes ações: O furto da agência do Banco do Brasil em Rio Formoso/PE em 08.09.2016, utilizando-se de explosivos, assalto à mão armada na casa do Chefe de Gabinete do Prefeito de Ipojuca/PE em 30/09/2016, o furto com uso de explosivos na agência do Banco do Brasil de Colônia Leopoldina/Al na madrugada de 29/10/2016, roubo ao posto de combustível de São Roque na cidade de Serinhaém/PE em 28/11/2016, tendo a quadrilha tentado explodir os caixas eletrônicos existentes no local. Além das ações citadas das quais já foram amealhadas provas a quadrilha é suspeita de outros crimes de grande repercussão.

O nome da operação é uma referência a organização criminosa PCC que adota o código numérico mencionado. Na ação de hoje estão sendo cumpridos em Pernambuco e Alagoas: 08 (oito) mandados de busca e apreensão em Sirinhaém (04), Ribeirão (02), Amaraji (01), Novo Lino-AL (01) e 08 (oito) mandados de Prisão Preventiva Sirinhaém (04), Ribeirão (02), Amaraji (01), Novo Lino-AL (01) e Condução Coercitiva (01) Ipojuca expedidos pela Vara de Combate ao Crime Organizado de Alagoas.

A ação de hoje conta com a participação de 60 (sessenta) policiais federais dos estados de Alagoas e Pernambuco. Os presos serão conduzidos para a Superintendência do Estado de Alagoas na cidade de Maceió/AL, onde serão interrogados e em seguida encaminhados para estabelecimentos prisionais do estado de Alagoas. Os componentes da quadrilha possuem extensa ficha criminal onde constam inclusive homicídios cometidos contra policiais.

Na ação em Amaraji, Policiais Federais estiveram ao amanhecer do dia na Rua Severino Francisco da Silva no bairro Alice Batista onde cumpriram um mandado de Prisão Preventiva em desfavor de um homem de identidade não informada.

Compartilhe:

Comentários

comments