APÓS DENÚNCIAS, MP RECOMENDA EVITAR PERSEGUIÇÃO POLÍTICA NA PREFEITURA DE GAMELEIRA

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) recomendou nesta quinta-feira (23) à prefeita de Gameleira, na Mata Sul de Pernambuco, e aos secretários municipais que se abstenham de tomar medidas que configurem atos de perseguição política no âmbito da administração municipal.

A reportagem entrou em contato com a prefeitura de Gameleira, mas não obteve resposta. Segundo o MP, as transferências de servidores realizadas desde o início da gestão e as que porventura venham a ser realizadas devem ser fundamentadas.

Segundo a promotora de Justiça de Gameleira Liana Menezes Santos, a Promotoria de Justiça recebeu inúmeras denúncias sobre ocorrência de possível perseguição política no âmbito da administração municipal.

“Essa perseguição seria efetuada mediante transferências de funcionários dos seus setores de trabalho, e que algumas dessas transferências estão sendo feitas sem a menor razoabilidade e sem atos administrativos que fundamentam a decisão como de interesse público”, diz a promotora.

Do G1.

Compartilhe:

Comentários

comments