PREFEITO E EX-PREFEITO ACUSADOS DE DESVIO DE VERBA

Acusados de desvio de verbas públicas, o ex-prefeito e o atual prefeito de Ipojuca, Pedro Serafim e Carlos José Santana, respectivamente,  tiveram seus bens bloqueados pela justiça,  conforme divulgado pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco, nesta quarta (18). Os dois ainda tiveram os bens confiscados.

Somadas aos dois políticos, outras 19 pessoas também são acusadas do mesmo crime, entre secretários e empreiteiros que atuaram em três obras localizadas em Porto de Galinhas. A decisão foi da juíza da Vara da Fazenda Pública da Comarca de Ipojuca, Ildete Veríssimo. A partir da publicação, os réus têm dez dias para recorrer. Carlos Santana e Pedro Serafim são acusados de improbidade administrativa pelo desvio de mais de R$ 10 milhões.

A decisão vem após ação civil pública proposta pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE). As obras em questão são serviços emergenciais para recuperação e manutenção de acessibilidade de ruas, conclusão de pavimentação, drenagem e esgotamento sanitário, além da aquisição de tubulações em PVC destinadas à conclusão do sistema de esgotamento sanitário.

Do LeiaJá.

Compartilhe:

Comentários

comments