DE ACORDO COM PREFEITURA DE RIBEIRÃO, GREVE DOS PROFESSORES É ILEGAL

O Tribunal de Justiça de Pernambuco declarou segundo a Prefeitura de Ribeirão na mata sul, na quinta-feira (02), a ilegalidade da greve dos professores do município. A decisão do desembargador Jorge Américo Pereira de Lira atendeu ação, com pedido de antecipação de tutela, movida pela Prefeitura do Ribeirão contra o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais do Ribeirão – SINSPRI-PE.

Na decisão, o Desembargador determina o retorno dos professores às salas de aula até a próxima segunda-feira, 6 de junho, e estabelece multa diária de R$ 10 mil ao SINSPRI-PE, em caso de descumprimento.

Com a decisão, espera-se que os profissionais voltem ao trabalho normalmente na segunda-feira.

Compartilhe:

Comentários

comments