INTEGRANTE DO PCC É PRESO EM RIBEIRÃO QUANDO SE PREPARAVA PARA EXPLODIR CAIXA ELETRÔNICO

Na madrugada do sábado (19), o  Batalhão Especializado de Policiamento no interior (BEPI) e agentes da Polícia Civil de Ribeirão, município da Mata Sul do estado, prenderam Gilberto José da Silva, popularmente conhecido como Beto Angolano, de 34 anos.

De acordo com investigações da delegacia de Ribeirão, Beto é integrante do Primeiro Comando da Capital (PCC) e estava à frente de um grupo que planejava roubar caixas eletrônicos do banco localizado na sede da prefeitura do município. O suspeito foi preso durante um bloqueio realizado pela polícia próximo à prefeitura. Ao perceber a ação policial, Beto teria iniciado uma troca de tiros, na qual sua companheira, Laudiene Rodrigues de Lima, 21 anos, e um policial civil ficaram feridos.

O acusado foi autuado em flagrante, por tentativa de homicídio qualificado e falsificação de documentos. Com ele foram apreendidos R$ 170,00, 5 euros e 100 pesos argentinos; além de uma camisa da Polícia Militar, 2 revólveres, uma moto sem placa, 11 celulares, equipamentos eletrônicos, de construção e peças de carro.

Gilberto, e todo o material apreendido, foi encaminhado para a Delegacia de Plantão do município de Palmares, também na Zona da Mata Sul do estado. A sua companheira, Laudiene, está sob custódia no Hospital Regional de Palmares e não corre risco de morte.

Foto: Polícia Civil/ Divulgação
Foto: Polícia Civil/ Divulgação

DO JC Online.

Compartilhe:

Comentários

comments