SANTA TEREZINHA NO AGRESTE PODE NÃO TER ELEIÇÃO DO CONSELHO TUTELAR

O prefeito de Santa Terezinha, Alexandre Martins que está no segundo mandato consecutivo, alega momentos difíceis para administrar as contas do município, diante da crise financeira.

Segundo informações, já o chefe do executivo solicitou ao seu departamento jurídico para informar ao Ministério Público que a prefeitura não tem as mínimas condições para custear as eleições para Conselheiro Tutelar no mês de outubro deste ano.

Ao mesmo tempo, já foi enviou a Câmara de Vereadores do município, um decreto legislativo para apreciação dos nove vereadores, com a proposta de não acontecer o pleito eleitoral para disputa no Conselho Tutelar no próximo dia 04 de outubro, e os conselheiros atuais que terminariam o  mandato esse ano, assumirem automaticamente por mais quatro anos, ou seja, até 2019.

Toda a parte jurídica está sendo trabalhada pelo advogado da prefeitura de Terezinha, Renato Curvelo.

De Claudio André – O Poeta.

Compartilhe:

Comentários

comments