PRODUTORES DE GRAVIOLAS RECEBEM VISITA DO IFPE

Os produtores de graviola do município de Chã Grande receberam a visita de professores e alunos do Instituto Federal de Pernambuco, na sexta-feira (7). A visita faz parte do Programa Despertando Vocações para Ciências Agrárias, criado pelo Instituto, em parceria com entidades educacionais da Argentina, Chile e Panamá.

O grupo iniciou a visita pela região de Macaquinhos, acompanhados do secretário de agricultura do município, Gilberto Braga. A primeira área visitada é uma das mais fortes na produção agrícola de Chã Grande.

A visita foi coordenada pelo professor Erick Viana, coordenador do PDV AGRO. Segundo ele, o interesse da visita teria partido dos agricultores locais e entidades que lhes representam. “Fomos procurados por alguns agricultores, representados pela Associação de Produtores e pelo Conselho de Desenvolvimento Rural Sustentável, para que pudéssemos, com alguns especialistas na área, fazer um mapeamento e trabalhar um possível projeto de cooperação entre o instituto, através do PDV AGRO, e os agricultores que cultivam a graviola”, diz.

No percurso em Macaquinhos, por exemplo, estudantes e professores do IFPE recolheram amostras de graviola, que serão levados à sede do Instituto, em Vitória, para análises futuras sobre melhores formas de cultivo.

Chã Grande é um dos maiores produtores de graviola do estado de Pernambuco. A fruta já é cultivada por quase todas as regiões, gerando renda para os produtores rurais. No ano de 2013, a Prefeitura de Chã Grande realizou o 1º Encontro dos Produtores de Graviola, que aconteceu no Hotel Highlander, e contou com a participação de vários especialistas e produtores rurais.

Visita ao IFPE

Na próxima sexta-feira (14), alunos do 9º ano da Escola Municipal XV de Março devem participar de uma visita ao IFPE, em Vitória de Santo Antão. Essa interação faz parte do PDV AGRO, como garante o professor Erick Viana: “Tem como objetivo despertar o interesse dos jovens, filho do agricultor, pela carreira das ciências agrárias. Aproximar a instituição da comunidade”.

Com informações da Assessoria.

Compartilhe:

Comentários

comments