DEPUTADO QUER PROIBIR CELULAR NAS ESCOLAS PERNAMBUCANAS

WhatsApp, Facebook, Instagram. Essas e outras ferramentas são intensamente utilizadas pelos jovens através dos celulares. Basta observar como eles ficam “vidrados” nas telinhas. Porém, pelo menos nas escolas públicas e privadas de Pernambuco, bem como nas bibliotecas, o uso dos aparelhos celulares pode estar com os dias contados, graças a um projeto de lei do deputado estadual Professor Lupercio (SD).

O texto está em tramitação na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). Segundo a proposta, fica proibido o uso de aparelhos celulares e equipamentos eletrônicos nos estabelecimentos de ensino, durante o horário das aulas, nas bibliotecas e em outros espaços de estudos. A utilização dos aparelhos apenas será permitida diante de uma prévia autorização para “aplicações pedagógicas”.

Ainda de acordo com o projeto, os celulares deverão ser ficar desligados. Quem desobedecer à norma ficará sujeito a “medidas previstas em regimento escolar ou normas de convivência da escola”. A proposta coloca como dever das instituições de ensino a promoção da conscientização sobre a interferência do celular nas práticas educativas, que pode, segundo o texto, prejudicar os alunos. As escolas também deverão informar, por meio de avisos em locais visíveis, que a utilização dos aparelhos está proibida.

O a reportagem tentou entrar em contato com o deputado, mas não conseguimos retorno. Confira detalhes da proposta.

Do LeiaJá.

Compartilhe:

Comentários

comments