PRINCIPAL BLOCO CARNAVALESCO DE AMARAJI PODE TER SUA TRADIÇÃO QUEBRADA APÓS 26 ANOS

O bloco que começou em uma brincadeira de amigos em 1989, na Rua Duque de Caxias (Rua D’água) e se tornou um dos mais irreverentes blocos tradicionais de Amaraji/PE, na zona da mata sul do estado, pode ter sua tradição quebrada após 26 anos de desfiles. Segundo os organizadores o bloco desde que foi criado sempre teve como tradição sair de sua concentração na Rua D’água, centro da cidade, exatamente a meia-noite do sábado de Zé Pereira com um participante dentro de um caixão e encerrar seu desfile em frente ao cemitério.

Este ano segundo os organizadores, a Polícia Militar estipulou que o horário limite para agremiações carnavalescas estarem na rua seria até ás 23h00, em cumprimento a um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC). O que fará com que a tradição seja quebrada, levando o bloco a ter que alterar o horário da saída.

Em contato com a direção do bloco, fomos informados que os mesmos irão tentar recorrer da decisão e conciliar para que o bloco seja realizado em seu horário normal.

Caso não seja possível permanecer com o horário pretendido o bloco sairá ás 22h00 no sábado dia 14 de fevereiro. As camisas serão vendidas no sábado, dia 7, ao preço de R$ 10,00.

Compartilhe:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.