ACUSADO DE HOMICÍDIOS NA MATA SUL É PRESO POR POLICIAIS MILITARES EM PRIMAVERA

Nesta quinta-feira dia 11, o efetivo do Polícia Militar na cidade de Primavera, composto pelo Sargento Paulo, Cabo Jota Silva, Soldado F. Oliveira e o Cabo Orlando, este último de folga mais deu suporte na operação.

Os policiais tomaram conhecimento que no Engenho Caetés, zona rural do município de Primavera, encontrava-se um elemento residindo naquela localidade e que fora visto portando arma de fogo. Prontamente o efetivo, acima mencionado dirigiu-se ao referido local e encontrou o citado elemento dentro de sua residência e o mesmo ao receber voz de prisão tentou reagir, portando uma pistola cal. 765 com nove projéteis intactos, mas sem êxito o mesmo foi mobilizado e em seguida conduzido ao plantão policial de Vitoria de Santo Antão para serem tomadas as medidas cabíveis.

Ao chegarem na delegacia ficaram sabendo através de sua ficha criminal que o referido imputado já havia sido preso no antigo presídio Aníbal Bruno por vários homicídios e roubos e que antes mesmo de ser conduzido ao presídio de Vitória o referido elemento de nome Edson Robson Lins da Silva, era suspeito de outros homicídios em Camaragibe e Rio Formoso neste final de semana, fato esse que ainda está se encontra em aberto sobe investigação.

Segundo o Cabo Jota Silva, a pistola em poder do acusado tinha dispositivo supressor de ruído (silenciador). De acordo com o Capitão Neves comandante da 3ª CPM que abrange as cidades de Amaraji, Primavera e Escada, no seu comando o lema é “Bandido não tem vez”.

A Polícia Militar pede a quem já foi vítima do indivíduo preso nesta operação que procure a delegacia mais próxima e denuncie.

Divulgação Polícia Militar
Divulgação Polícia Militar
Divulgação Polícia Militar
Divulgação Polícia Militar
Compartilhe:

Comentários

comments