JUIZ AFIRMA QUE CHEGOU AO FIM REBELIÕES NO COMPEXO DO CURADO

O juiz da 1ª Vara de Execuções Penais do Recife, Luiz Rocha, anunciou na noite desta quarta-feira (21) que a rebelião do Complexo Prisional do Curado (antigo Aníbal Bruno) chegou ao fim. Em conversa, nesta tarde, com lideranças do movimento, o magistrado garantiu que os presos não devem mais realizar protestos. Pelo menos 27 presos devem ser transferidos para outras unidades prisionais. 
“Num campo tão difícil, tão violento, conseguimos retornar a paz e garantir a tranquilidade da população. Haverá transferências para a Penitenciária Barreto Campelo, daqueles presos que tiveram todos os processos julgados e sentenciados. Expliquei a eles que sem isso não dá para sair”, afirmou Luiz Rocha. 
Um dos pedidos dos internos do Complexo Prisional do Curado, no Recife, que se rebelam desde a última segunda (19), foi o encontro com Luiz Rocha para que ele garantisse a agilidade na análise dos processos deles. 
A abertura de diálogo começou por volta das 11h. Apesar do clima de tensão ter amenizado nesta quarta-feira (após três mortes, incluindo a de um sargento da Polícia Militar, e 45 feridos nas últimas 48 horas), os reeducandos do Frei Damião de Bozzano, uma das unidades do Complexo, passaram todo do dia na laje. Munidos com faixas, eles pediram intervenção da Ordem dos Advogados do Brasil e do Tribunal de Justiça e entoaram raps sobre liberdade.
Do Diario de Pernambuco.
Compartilhe:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.