PROCON-PE DIVULGA LISTA DO QUE PODE E NÃO PODE SER COBRADO NA LISTA DE MATERIAL ESCOLAR

Atenção pais que já estão se mexendo para comprar a lista de material escolar dos filhos para o próximo ano letivo, muita atenção! Nem tudo o que é pedido pelas escolas se enquadra como material escolar.
Esta semana, o Procon-PE divulgou uma relação dos itens que podem e dos que não podem ser cobrados pelas escolas. Confira abaixo a lista. Quem se sentir lesado pode denunciar a escola através do telefone 3181-7000.

NÃO pode ser cobrado na lista
* Papel ofício
* Fita adesiva
* Pincéis/lápis para quadro branco
* Álcool líquido ou em gel
* Algodão
* Artigos de limpeza ou higiene (desde que não seja de uso individual do aluno)
* cartucho de tinta para impressora
* CD e DVD
* Copo descartável
* Taxa de reprografia
* Agenda escolar específica da escola
PODE ser cobrado na lista
* Lápis grafite
* Lápis de cor
* Lápis hidrocor
* Caneta
* Caderno
* Livro didático, entre outros materiais de uso didático
O Procon-PE também lembra que as instituições de ensino podem cobrar a famosa taxa de material escolar. Acredite: essa prática é legal. Mas há um porém. As escolas devem apresentar a lista de material que vai ser adquirida com a taxa e oferecer aos pais a opção de escolha: adquirir o material através da taxa ou diretamente no fornecedor de sua preferência.
Com informações do Procon-PE.
Compartilhe:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.