POPULAÇÃO DENUNCIA QUEIMA DE RESTOS MORTAIS A CÉU ABERTO EM CEMITÉRIO DE POMBOS

Moradores denunciaram que não aguentam mais o mau cheiro e a fumaça provocados pela incineração irregular de resíduos de jazigos e covas no Cemitério São Pio X, que fica no município de Pombos, no Agreste de Pernambuco. Um vídeo divulgado nas redes sociais mostra imagens de uma queima de ossos e caixões que, segundo um dos moradores, ocorre duas ou três vezes por ano e prejudica a vizinhança da rua, formada por residências. 
A reportagem foi até o cemitério e o responsável não estava lá, mas o coveiro afirmou que é normal queimar os resíduos de caixões e ossos no local. A queima é feita ao ar livre em uma espécie de tanque feito de tijolos no fundo do cemitério. É procedimento comum em todo cemitério liberar jazigos a cada dois anos e incinerar os restos mortais que não foram pegos pelas famílias. A prefeitura é responsável por arranjar um local para depositar os resíduos, porém, a incineração não pode ser feita a céu aberto, mas em um incinerador, e em locais fechados.
A Prefeitura de Pombos foi procurada e alegou que o material queimado não inclui restos de ossadas humanas. A prefeitura também diz que a queima, feita ao ar livre, não é irregular e que o procedimento seria para abrir mais espaço no cemitério. A Promotoria de Justiça de Pombos informou que não recebeu nenhuma denúncia formal sobre o caso e nem o vídeo. A orientação é que a pessoa que é o autor do vídeo ou qualquer outra pessoa que tenha informações procure o Ministério Público para fazer a denúncia.
Com informações da TV Jornal.
Compartilhe:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.