MUDANÇAS NOS NÚMEROS DE EMERGÊNCIA EM PERNAMBUCO

A partir do dia 11 de novembro, muda em Pernambuco a maneira de acionar os números de emergência. Os bombeiros militares, que atendem pelo telefone 193, vão atuar apenas no atendimento de traumas, tarefa que continua a ser dividida com o SAMU. 
Já os casos de emergência clínica e mal súbito serão atendidos exclusivamente por profissionais de saúde. O SAMU é acionado pelo número 192.
De acordo com os órgãos, o objetivo é evitar inconvenientes como a ida de duas equipes para uma mesma ocorrência, enquanto outro chamado deixa de ser atendido.
Para agilizar o trabalho de resgate em Pernambuco, o Corpo de Bombeiros e o SAMU estão redefinindo suas estratégias e seus papéis nos serviços de urgência. 
Em 2013, os bombeiros foram acionados para 488 casos de emergência clínica e 3.812 de mal súbito. Este ano, até o último dia 27, já foram 263 (emergência clínica) e 3.170 (mal súbito). Segundo os órgãos, a divisão de missões não vai comprometer o salvamento de vidas. Atualmente, os Bombeiros contam com 12 viaturas de resgate e quatro duplas de motos para as operações, na Região Metropolitana do Recife, enquanto o SAMU trabalha com cerca de 50 viaturas.
Para colaborar na agilidade do atendimento os atendentes do CIODS foram treinados para orientar a população sobre qual das duas instituições devem ser procuradas nos casos de emergência.
Com informações do Diário de Pernambuco.
Compartilhe:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.