MORRE ASSESSOR DE DEPUTADO QUE FOI ENVENENADO AO BEBER SUCO EM PE

O assessor de um deputado estadual faleceu após ter sido envenenado no Cabo de Santo Agostinho, Região Metropolitana do Recife. De acordo com a assessoria do político, o homem de 61 anos morreu na noite do último sábado (11). Ele estava internado em um hospital particular em Camaragibe, também na RMR, desde o dia 8 deste mês. Ele desmaiou na rua enquanto participava de uma atividade eleitoral. O suspeito do crime foi preso e confessou ter dado suco envenenado à vítima. Segundo a polícia, o crime não tem relação com política. A motivação seriam dívidas financeiras.
De acordo com a delegada de Homicídio do Cabo, Taciana Melo, o suspeito confesso do crime pode responder por homicídio doloso. “Quando ele foi preso, a vítima ainda estava viva, então se tratava de uma tentativa. Agora, caso seja comprovada a ligação do envenenamento com a morte, ele passará a responder por homicídio”. O caso ainda se encontra com o Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), que irá encaminhá-lo para a delegada Taciana Melo quando o inquérito for encerrado.
O crime ocorreu na última quarta (8), quando a vítima desmaiou enquanto participava de uma atividade eleitoral na rua e foi levado desacordado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Cabo. O suspeito foi preso na quinta (9), na Imbiribeira, Zona Sul do Recife. Ele foi encaminhado para a sede do DHPP, onde confessou ter dado suco envenenado à vítima.
Com o suspeito, a polícia encontrou a suposta substância usada no suco, que foi encaminhada para perícia. Segundo o DHPP, o suspeito afirmou que o crime não tem relação com política. Segundo a assessoria do parlamentar, a motivação seriam dívidas financeiras da vítima. O suspeito foi levado ao Centro de Triagem (Cotel), em Abreu e Lima.
Com informações do G1.
Compartilhe:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.