CAMARONÊS ENCONTRADO DENTRO DE NAVIO EM SUAPE É REPATRIADO

Um camaronês havia sido encontrado no navio MV Bulk Patagonia, de bandeira panamenha, desde o dia 26 de junho deste ano, mas só foi repatriado pelos policiais federais na terça-feira (21). Segundo a PF-PE, Ondobo havia subido na embarcação no dia 19 de junho através das cordas que prendiam o navio no Porto de Duala, na República dos Camarões. Quando o clandestino foi encontrado, o navio navegava próximo ao Porto de San Lorenzo. A legislação orienta que o estrangeiro deve ser deixado no porto mais próximo, mas ele teve seu desembarque negado na Argentina, Argélia e na Espanha. 
Durante a espera pelas formalizações legais para a repatriação, o clandestino permaneceu sob fiscalização na cabine do navio, sendo entregue em seguida às autoridades de imigração federal no dia 6 de outubro. Todas as despesas com alimentação e hospedagem foram arcadas pela empresa responsável pelo navio.
Em seu depoimento, Ondobo informou que tinha o intuito de desembarcar em portos europeus para tentar melhores condições de vida e conseguir trabalho. De acordo com a PF-PE, o camaronês disse ainda que vive fugindo do seu país por ter matado um cachorro no país e por ser homossexual, sofrendo bastante perseguição. Ele foi escoltado por policiais militares e tem previsão de chegada ao Aeroporto de Duala, em Camarões, às 21h desta sexta-feira (24).
Com informações da assessoria.
Compartilhe:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.