FUNCIONÁRIOS VOLTAM A PARALISAR ATIVIDADES NA REFINARIA ABREU E LIMA

Mais uma paralisação de funcionários atingiu a Refinaria Abreu e Lima, em Suape, nesta quarta-feira (03). Cerca de 70 profissionais da Emypro Brasil, empresa que presta serviço à Petrobras, realizaram protesto contra o suposto descumprimento do acordo coletivo – conquistado em agosto – além de outros direitos trabalhistas.
Segundo o diretor de fiscalização do Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias de Construção de Estradas, Pavimentação e Obras de Terraplenagem em Geral no Estado de Pernambuco (Sintepav-PE), Leodelson Bastos, os trabalhadores pedem o cumprimento de acordos. “Os profissionais querem o pagamento de Participação nos Lucros e Resultados [PLR], fim da jornada excessiva, mudança no plano de saúde e folga de campo”, disse. Essa folga daria direito ao funcionário vindo de outro estado se afastar do trabalho, a cada três meses, por até cinco dias úteis, para visitar a família.
Após a paralisação, foi feita uma ata de reunião em que a empresa se comprometeu a depositar o dinheiro do PLR, ainda nesta quarta-feira, e os trabalhadores retornaram aos seus postos. Caso o valor não seja depositado, os trabalhadores pretendem parar novamente nesta quinta-feira (04).
A Emypro Brasil é a empresa responsável pela instalação da tubulação que conduzirá o petróleo dentro da Petrobras.
Com informações da FolhaPE.
Compartilhe:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.