SUSPEITOS DE TRÁFICO, ROUBOS E MORTES SÃO PRESOS NA OPERAÇÃO RIBEIRINHOS

O resultado da Operação Ribeirinhos foi divulgado na tarde desta quarta-feira (20). Em um ano de investigação, as Polícias Civil e Militar prenderam 14 pessoas, dentre homens e mulheres, no Agreste e na Zona da Mata de Pernambuco. Os crimes são de tráfico, roubos e assassinatos. Foram expedidos 15 mandados de prisão e 19 de busca e apreensão, e uma pessoa ainda é procurada.
A polícia recolheu 2kg de maconha, 303g de crack, três armas de fogo, 37 munições, duas motos e R$ 536,48 em dinheiro, além de outros materiais, como caderno com dados de supostos clientes. Foram atribuídos ao grupo três homicídios. Os presos foram encaminhados à Delegacia Regional de Polícia Civil de Caruaru, mas as detenções são temporárias porque o crime de tráfico dá esta possibilidade, segundo o delegado Diogo Melo, responsável pelas investigações.
Durante as ações, policiais descobriram que um dos homens, de 35 anos, já era investigado em outras cinco operações – Faixa Amarela (2011), Agreste Seguro (2011), Gaiola (2013), Agreste Seguro II (2013) e Arm Lock (2014). O suspeito é tido pela polícia como chefe da organização criminosa e, também de acordo com o delegado, ele comandava o esquema, mesmo estando preso.
Operação prossegue
O principal alvo é José Leandro da Silva, que faz parte do grupo e permanece foragido. O delegado Diogo Melo pede que, quem tiver informações, comunique ao Disque Denúncia pelo telefone (81) 3719-4545 ou pelo site. Os responsáveis pelo sistema garantem o anonimato.
A operação foi intitulada “Ribeirinhos” porque a maioria dos procurados moravam em Beira Rio, no município de Cupira. A ação foi desenvolvida pela Secretaria de Defesa Social com o objetivo de identificar, localizar e prender pessoas envolvidas com tráfico de drogas, associação para o tráfico e homicídios no interior. A intenção é de prevenir e repremir a criminalidade.
Até esta quarta, participaram 120 policiais, entre civis e militares. Além de Cupira, as ações ocorreram em Caruaru, Catende, Belém de Maria, Palmares e Itamaracá.
Com informações do G1.
Compartilhe:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.