POLICIAL CIVIL MATA ASSALTANTE DENTRO DE ÔNIBUS NO RECIFE

Um homem suspeito de assaltar o ônibus da linha PE-15/Joana Bezerra foi morto com um tiro próximo ao peito na Joana Bezerra, na noite deste sábado (02). A vítima foi identificada como Jaderson Rodrigues dos Santos, de 24 anos, e de acordo com o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), participava de um roubo dentro do coletivo junto com outros dois comparsas. No momento em que recolhia os pertences das vítimas, um policial civil efetuou o disparo contra Jaderson. O crime foi registrado pouco antes das 19h do sábado.
O homem que reagiu a um assalto dentro de um ônibus que fazia a linha PE-15/Joana Bezerra, na noite desse sábado (2), e matou um dos bandidos é um policial civil. A informação foi confirmada, na manhã deste domingo, pela delegada do Departamento de Homicídios e Proteção À Pessoa (DHPP) Eliane Caldas. O homem, cujo nome não vai ser revelado, já teria inclusive prestado depoimento sobre o caso.

Segundo a polícia, três rapazes subiram no coletivo uma parada antes do terminal, na Ilha de Joana Bezerra, e um deles, que estava armado, rendeu o motorista. Ele levou um tiro na cabeça. O homem morto foi identificado como Jaderson Rodrigues dos Santos, 24 anos. Os outros dois bandidos que participavam do assalto conseguiram fugir. Policiais do 16º Batalhão da Polícia Militar também foram acionados e chegaram momentos depois do crime, que aconteceu pouco antes do ônibus chegar ao TI. “Depois do disparo, o motorista conduziu o ônibus até o terminal”, informou o papiloscopista Adenaule Geber, do DHPP, que esteve no local para coletar os dados do crime.

O papiloscopista relata que, como o cenário do crime não estava devidamente preservado, a polícia não realizou a coleta das digitais no ônibus. O Instituto Médico Legal (IML) esteve no local e recolheu o corpo. A polícia ainda não identificou qual o calibre da arma que efetuou o disparo contra Jaderson. O projétil será retirado do corpo e encaminhado para análise do Instituto de Criminalística. A delegada que registrou o caso é Eliane Caldas.
Com informações da FolhaPE.
Compartilhe:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.