PM’S NÃO DESCARTAM POSSIBILIDADE DE NOVA GREVE

A Polícia Militar de Pernambuco não descarta a possibilidade de uma nova greve da PM ainda este ano. Após dois meses de negociação a respeito da implantação do Plano de Cargos, Carreiras e Salários, o Governo sinalizou que essa política salarial é incompatível com o orçamento do Estado. Insatisfeitos, miliares vão se reunir nesta quarta (30) com a tropa para definir as novas deliberações. 
O encontro desta terça (29) reuniu a Associação dos Militares Estaduais (AME), União dos Militares do Brasil (UMB), Associação dos Cabos e Soldados (ACS), Secretaria de Defesa Social, Secretaria de Administração, Procuradoria Geral do Estado, Comandante Geral da PM, Comandante Geral do Corpo de Bombeiros e Comissão Negocial da Tropa. 
“Nesta quarta, iremos ter nova reunião e também vamos na Assembleia Legislativa. Vamos conversar com os deputados que intermediaram no começo das negociações, em maio, para que façam nova intermediação”, disse o presidente da Aspra, José Roberto Vieira. Ele disse uma nota de repúdio foi enviada ao Governo do Estado, diante do retrocesso das negociações que, segundo ele, já “estavam amarradas”. 
Além do Plano de Cargos, Carreiras e Salários, a categoria reivindica melhorias no Hospital da Polícia e levar gratificação para quem for para a reserva. Os policiais militares entendem que as mudanças “oxigenariam” a profissão e disseram se sentir ofendidos com a postura do Governo.
Com informações do Diario de Pernambuco.
Compartilhe:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.