MUNICÍPIOS DA MATA SUL FORMALIZAM REDE DE TRABALHO SOCIAL COM FAMÍLIAS

De forma pioneira em todo o Estado, os municípios da Mata Sul de Pernambuco contarão, a partir desta sexta (18), com a formalização da Rede de Trabalho Social com Famílias. Com a medida, um Grupo de Trabalho – GT será implantado com representação governamental e não governamental de instituições dos municípios da região que participam do curso “Trabalhando com Famílias e Redes” e/ou com experiência acumulada por mais de cinco anos com famílias e redes.
A formalização da rede será anunciada durante um seminário no Hotel Armação, em Porto de Galinhas, em Ipojuca, que vai reunir mais de 300 profissionais que representam os vinte quatro municípios da região. São eles: Água Preta, Amaraji, Barreiros, Belém de Maria, Catende, Chã Grande, Cortês, Escada, Gameleira, Jaqueira, Joaquim Nabuco, Maraial, Palmares, Pombos, Primavera, Quipapá, Ribeirão, Rio Formoso, São Benedito do Sul, São José da Coroa Grande, Sirinhaém, Tamandaré, Vitória de Santo Antão e Xexéu. Também vão participar do encontro profissionais dos municípios de Recife, Jaboatão dos Guararapes, Cabo de Santo Agostinho, Ipojuca, Olinda e Moreno que realizaram o curso de formação desde a primeira turma que aconteceu em dezembro de 2012.
O seminário marca a culminância de um trabalho iniciado há dois anos, pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria da Criança e da Juventude, juntamente com o Instituto Camargo Correa, a Associação dos Pesquisadores de Núcleos de Estudos e Pesquisas sobre a Criança e o Adolescente (NECA), de São Paulo. “Esse encontro representa a complementação e uma celebração das conquistas alcançadas ao longo do processo de formação que fortaleceu o trabalho na região, construiu uma metodologia de trabalho com famílias e redes e fomentou a implementação de políticas públicas de direito à convivência familiar e comunitária”, acrescenta o secretário da Criança e da Juventude, Pedro Eurico.
O seminário, que será realizado durante toda a sexta-feira, contará com palestras sobre Arqueologia da Violência, ministrada pelo professor Paulo Endo, psicanalista e doutor pelo Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo; Famílias, redes e gênero, com o professor Russell Parry Scott, professor de Antropologia do Departamento de Antropologia e Museologia da Universidade Federal de Pernambuco; o Trabalho com famílias no âmbito do poder judiciário: relações interpessoais e implicações para ações em rede, com Dayse Cesar Franco Bernardi – Mestre em Psicologia Social pela PUC/SP, Especialista em Psicologia Jurídica pelo Conselho Federal de Psicologia e Especialista em Violência Doméstica contra Crianças e Adolescentes pelo Instituto de Psicologia da USP/SP.
Lançamento e última formação – O seminário também contará com lançamentos de duas publicações da Coleção Novos Rumos do NECA – Os Novos Rumos do Trabalho com Famílias e os Novos Rumos do Acolhimento Institucional – com a participação da autora Maria Lúcia Gulassa.
Encerrando as capacitações antes do Seminário, cinquenta profissionais dos municípios do Cabo de Santo Agostinho, Ipojuca e das Casas de Acolhimento da Secretaria da Criança e da Juventude participam de formação nesta quarta,16, e na quinta, 17, no Hotel Village, em Porto de Galinhas.
com informações da Assessoria.
Compartilhe:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.