MENOR É MORTO DENTRO DA FUNASE DO CABO

Um jovem de 19 anos foi assassinado, na manhã da última sexta-feira (16), dentro da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase), na unidade localizada no município do Cabo de Santo Agostinho, Litoral Sul do Estado. Ele chegou a ser socorrido para o Hospital Mendo Sampaio, mas já estava morto. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) do Recife, no entanto, a causa da morte só será revelada após a divulgação do laudo. O rapaz era natural de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste, e estava preso, há nove meses, por cometer latrocínio – roubo seguido de morte.
Em nota, a Funase divulgou que doze internos estavam com o jovem, momentos antes dele ser socorrido. Os reeducandos foram flagrados pelas câmeras de segurança da unidade e encaminhados à delegacia para prestarem esclarecimentos. Dois deles, maiores de 18 anos, foram autuados em flagrante por homicídio e encaminhados ao Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima.
O presidente da unidade, Eutácio Borges, e o secretário executivo de Articulação e Projetos Especiais da Secretaria da Criança e da Juventude, Eduardo Figueiredo, abriram uma sindicância que será apurada pela corregedoria da Funase. O caso segue investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).
Com informações da FolhaPE.

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.