APÓS POLÊMICA COM XUXA, PSB DESTITUI PASTOR EURICO DO CCJ

O PSB não “tolerou” a postura do seu deputado Pastor Eurico (PE) contra a apresentadora Xuxa Meneghel, durante reunião da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara Federal, e destituiu o parlamentar pernambucano da principal comissão da Casa. O líder socialista, Beto Albuquerque (RS), encaminhou nota oficializando a posição do partido, classificando o gesto do correligionário como “forma intolerante”. Ele criticou a presença da global na sessão do colegiado que discutia a Lei da Palmada, alegando que ela fez uma cena adulta com uma criança no filme “Estranho Amor”.
Segue a nota de Beto Albuquerque:
Líder do PSB na Câmara destitui deputado da CCJ

O líder do Partido Socialista Brasileiro (PSB) na Câmara dos Deputados, deputado federal Beto Albuquerque, comunica a destituição do deputado federal Pastor Eurico (PE) da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ), vaga que ocupava como titular.

Para a vaga foi indicado o deputado federal Júlio Delgado (MG).

A decisão foi tomada em função da postura adotada pelo parlamentar durante a reunião ordinária desta quarta-feira (21), na qual o mesmo se pronunciou de forma intolerante, desrespeitosa e desnecessariamente agressiva em relação a Sra. Xuxa Meneghel, presente à reunião na condição de convidada.

Ressalte-se que a conduta do deputado Pastor Eurico não representa sobremaneira o pensamento do PSB e manifestamos nosso apreço e respeito pelo empenho da referida artista, que deseja aprovar a lei que propõe a cultura da não agressão. Reconhecemos a sua história, profissional que muito contribui para a instituição das políticas públicas em defesa das crianças e dos adolescentes.

Deputado Federal Beto Albuquerque

Líder do PSB na Câmara dos Deputados

Com informações da FolhaPE.
Compartilhe:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.