TARADO DO SHOPPING É PRESO NO RECIFE

A Polícia Civil apresentou às 15h30 desta segunda-feira (28), na delegacia do bairro de Casa Amarela, o auxiliar de serviços gerais Jesuíno Costa Paredes, de 56 anos e conhecido como o “tarado do shopping”. Segundo informações repassadas pela polícia, Jesuíno foi preso por praticar duas ações de assédio sexual (nos dias 29 de março e 26 de abril deste ano) dentro de uma sala de cinema do Plaza Shopping, empreendimento comercial situado no bairro de Casa Forte, na Zona Norte do Recife.
No último dia 29 de março, segundo informações repassadas pela polícia, Jesuíno foi até o centro comercial, comprou um bilhete para o filme “Alemão” e iniciou um processo de masturbação. Em seguida, ele ejaculou e atingiu uma das pernas de uma mulher que estava sentada ao seu lado. Na ocasião, a vítima relatou o ocorrido através de uma conta no Facebook e denunciou o fato aos seguranças do shopping e a polícia.
“Infelizmente, quando a polícia chegou, o autor não foi mais localizado. Lembro ainda do riso que ele deu quando me levantei da cadeira, desesperada”, relatou a mulher vítima do caso.
Depois da queixa, seguranças do shopping examinaram imagens de segurança e identificaram o suspeito responsável pela ação. Desde então, todos os funcionários do setor de segurança foram orientados para que, caso visualizassem Jesuíno novamente no local, acionassem agentes da polícia..
Neste último sábado (26), Jesuíno voltou ao cinema do shopping e, após voltar a se masturbar e assediar outra mulher durante uma sessão do filme “Capitão América”, foi identificado pelos seguranças do centro de compras. Após identificarem o auxiliar de serviços gerais, os seguranças acionaram a polícia e ele foi preso.
De acordo com informações repassadas pelo delegado responsável pelo caso, Paulo Berenguer, Jesuíno confessou ter praticado os assédios e disse que realizou os atos por “não se aguentar” e ter tomado um Viagra antes da sessão do filme “Alemão”. Ainda segundo o delegado, o auxiliar de serviços gerais era frequentador de cinemas pornôs e, no dia de sua prisão, vestia a mesma blusa que utilizou no assédio praticado no dia 29 de março. Fato que facilitou sua prisão.
Jesuíno Costa Paredes foi encaminhado ao Centro de Observação e Triagem Professor Everardo luna (Cotel), em Abreu e Lima. Local onde irá permanecer até o dia de seu julgamento. Se condenado, Jesuíno poderá receber uma pena de até 12 anos de prisão por estupro baseado em ato libidinoso.

Com informações da da Folha de Pernambuco.

Compartilhe:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.