TETO DE DELEGACIA DESPENCA EM SANHARÓ

A Associação dos Policiais Civis de Pernambuco (Aspol-PE) postou em seu site, nesta sexta-feira (31), uma denúncia de falta de manutenção e irregularidades na estrutura física da Delegacia do município de Sanharó, Agreste Pernambucano. Segundo informações da Aspol, as condições da unidade foram denunciadas ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e ao Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), em 2012, e o Governo do Estado teria se comprometido em averiguar a situação da unidade. No entanto, nenhuma providência teria sido tomada. Na última quinta-feira (30), parte do teto da delegacia cedeu. Não houve vítimas no incidente, mas a entidade prometeu acionar os órgãos novamente.
Em entrevista o presidente da Aspol-PE, Diego Soares, afirmou que a falta de manutenção do teto não é o único problema da unidade. “Além do problema com o teto, há também infiltrações, celas sem segurança e paredes que dão choque”, contou.
Ainda segundo informações da associação, a delegacia, que é a única existente no município, não funciona em todos os turnos por conta das irregularidades. “A delegacia não abre durante o período da noite nem aos fins de semana. Em 2012, o Governo do Estado disse que iria averiguar o estado da unidade devido às denúncias feitas pela Ascol. No entanto, após isso, não houve nenhuma novidade. Dessa vez, iremos denunciar tudo novamente”, contou Diego Soares.
Durante toda a tarde desta sexta-feira (31), o Portal FolhaPE tentou entrar em contato com Diretoria Integrada da Polícia Civil do Agreste, para saber se alguma reforma será realizada na delegacia de Sanharó, porém a reportagem não teve as ligações atendidas.

Com informação da FolhaPE

Compartilhe:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.