SERVIDORES DO HOSPITAL DA RESTAURAÇÃO VÃO PARALISAR ATIVIDADES NESTA SEXTA-FEIRA

O SindSaúde-PE, sindicato que representa técnicos e auxiliares de enfermagem do Estado, realizará uma mobilização nesta sexta-feira (21), no Hospital da Restauração (HR), na região Central do Recife. A paralisação de 24 horas é para cobrar do Governo do Estado o pagamento da gratificação de produtividade, que segundo a entidade teria sido liberado com valores menores, referentes ao mês de novembro de 2013.
Além disso, a categoria denuncia que os depósitos inerentes ao mês de dezembro ainda não foram disponibilizados. De acordo com o presidente do sindicato, Tiago Oliveira, a meta é tentar agregar outras categorias profissionais, como médicos e enfermeiros que também recebem o benefício, e assim conseguir a parada de 70% dos serviços do hospital nesta sexta-feira. “Apenas 30%dos serviços de urgência devem funcionar como as emergências, a UTI e o bloco cirúrgico”, disse Tiago Oliveira.
Para ele, a mobilização dos mais de mil técnicos e auxiliares do HR será uma resposta da categoria à insatisfação com os recorrentes atrasos no repasse do abono de produtividade. O “extra” que deveria ser mensal só é depositado em dois ou três meses depois domês vigente. O pagamento de novembro de 2013, que foi pago em janeiro deste ano, surpreendeu o presidente do SindSaúde pela defasagem de valores. “Foram R$ 840 mil a menos. Tinha gente que recebia R$ 300 e recebeu R$ 140. A desculpa foi que o Ministério verificou uma glosa de 40% nos procedimentos, mas isso não tem como acontecer”, explicou Oliveira.
A glosa é uma margem de erro na notificação dos procedimentos realizados no hospital. O presidente do sindicato alega que os valores naquele mês ficaram em quase metade do repasse frequente ao HR. A assessoria de Imprensa do hospital disse desconhecer o movimento grevista dentro da unidade. A Secretaria Estadual de Saúde (SES), em nota, esclareceu que o pagamento da produtividade dos servidores que atuam nos hospitais da rede estadual é realizado até 60 dias após o mês trabalhado, período necessário para computar as informações no Estado e junto ao Ministério da Saúde.
Atualmente, está sendo agilizado o pagamento do mês de dezembro, e a previsão é que a liberação do abono aconteça amanhã. Além disso, está sendo implementada uma mudança no sistema de quitação do benefício, que entrará em vigor já no próximo mês. A nova regra é que o pagamento caia diretamente na conta do servidor, sem ter que passar pelo financeiro do hospital.
Com informações da  FolhaPE
Compartilhe:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.