PRF FLAGRA AÇÃO DE CRIME AMBIENTAL EM GRAVATÁ, NO AGRESTE PERNAMBUCANO

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) flagrou uma ação de desmatamento ilegal de uma área de mais de dez hectares de mata Atlântica e Caatinga, na manhã de desta terça (04), no município de Gravatá.
Os agentes da PRF descobriram o local, que fica próximo ao quilômetro 76 da BR 232, após uma denúncia feita através do número de emergência da PRF, 191. No local, os policiais encontraram três trabalhadores, sendo que dois deles operavam tratores tipo esteira. Havia também pilhas de madeiras resultantes do desmatamento. A Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) foi acionada para que fossem feitas as autuações ao responsável pelo crime ambiental.
Segundo os agentes do CPRH, as multas variam de R$ 5.000 a R$ 10 mil, para cada hectare de Caatinga ou Mata Atlântica desmatada, respectivamente. Além das punições pecuniárias o responsável fica obrigado por lei a replantar as mesmas espécies de vegetais na área onde o crime foi praticado ou em um local de dimensões correspondentes. 

Assessoria de Comunicação Social – PRF/PE
Compartilhe:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.