MPPE, DNIT E MPF FIRMAM TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA PARA MELHORAR A BR-101, PRÓXIMO A PALMARES

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE), o Ministério Público Federal (MPF) e o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) uniram forças para buscar soluções para a BR-101, nas proximidades do município de Palmares, na Mata Sul. Segundo o MPPE, esse trecho da rodovia federal registrou, nos últimos meses, 28 acidentes com mortes. Muitos protestos foram feitos, mas, até o momento, o problema segue sem solução.
Nesta terça-feira, uma reunião, na sede da Promotoria de Justiça de Pamares, às 9h, deverá firmar um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) entre os órgãos envolvidos em busca da melhoria das condições da estrada. A promotora de Justiça Vanessa Cavalcanti convidou o superintendente do Dnit, Euclides Bandeira, e a procuradora do MPF Sílvia Regina, além de representantes dos movimentos sociais de Palmares para o encontro.
Ainda de acordo com o Ministério Público, há mais de um ano, a população reivindica que o trecho da BR-101 seja revisto pelos técnicos. Segundo as queixas, uma curva apresenta problema de traçado, que dificulta aos motoristas passarem por ela. Caminhões, mesmo em baixa velocidade, têm capotado no local. As colisões de veículos também são corriqueiras. Outro caso que preocupa é a quantidade de buracos que danificam os carros e aumentam os riscos de acidentes. Segundo a promotora de Justiça, como a BR-101 é uma estrada federal, a atribuição para propor e coordenar a solução do problema é do MPF. No entanto, houve um consenso de que a ajuda do MPPE é bem-vinda.
Com informações do Diario de Pernambuco
Compartilhe:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.