MORADORES QUE FOREM DESPEJADOS EM PALMARES TERÃO AUXÍLIO ALUGUEL NO VALOR DE R$ 150

Após o protesto em Palmares, os moradores que vivem próximo à antiga linha férrea e poderão receber um auxilio aluguel no valor de 150 reais .
A assessoria da Transnordestina Logística S.A. (TLSA) explicou que não haverá obras no local. Porém, como houve “a ocupação ilegal da faixa de domínio [à margem da antiga linha férrea]”, a empresa “adotou medidas judiciais, que estão em andamento, tendo como principal objetivo garantir a integridade de áreas da União sob sua responsabilidade”. A TLSA é concessionária do serviço público de transporte de carga.
O procurador-geral Aldemar Alves, da Prefeitura de Palmares,disse em entrevista a TV. Asa Branca ,que muitos dos moradores têm recibo de compra e venda do imóvel, alguns são inquilinos nas casas. “As casas são registradas no cadastro imobiliário no município. Esse problema ocorre porque, em gestões passadas, alvarás eram emitidos para os primeiros moradores, mesmo sem saber de quem eram os terrenos”, explica.
Ações do Governo Municipal
O procurador disse ainda que a Procuradoria de Palmares tem disponibilizado o serviço dos advogados para realizar a intermediação com a Justiça. “Àqueles moradores que foram notificados, nós estamos dando apoio jurídio, defendendo. Quem precisar do serviço deve entrar em contato com a Procuradoria por meio dos telefones (81) 3661-1288 e (81) 3362-1156. O ramal é o 207”, orienta.
O secretário da pasta de Administração do município, Vilmar Carvalho, informou que um Projeto de Lei será enviado nesta quarta-feira (26) para a Câmara de Vereadores de Palmares, referente a um aluguel social no valor de R$ 150 para os moradores que forem despejados. “Além disso, também estamos colocando esses moradores como prioridade na lista de espera de programas sociais do Governo Federal, como o Programa Minha Casa”, Minha Vida, afirma o secretário.
Com informações do PortalPE10
Compartilhe:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.