CÂMARA DE GRAVATÁ: OPOSIÇÃO ACUSA PRESIDENTE DA CASA DE QUEBRA DE REGIMENTO

A bancada de oposição da Câmara Municipal de Gravatá acusa o presidente da Casa, Pedro Martiniano, de ter quebrado, por diversas vezes, o Regimento Interno para beneficiar a sua reeleição à Mesa Diretora para o biênio 2015/2016.
O grupo formado pelos parlamentares Léo do Ar (PSDB), o primeiro secretário Júnior de Obras (PPS), Luiz Prequé (PSB) e Dona Sônia (PP) estão respondendo a um processo de cassação de mandato por faltarem às sessões sem apresentar justificativa.
No entanto, eles alegam que o pedido foi feito após questionarem a maneira como Pedro Martiniano tem conduzido os projetos na Câmara.
O presidente nega todas as acusações e afirma que o grupo tem faltado com frequência e só dois apresentaram justificativas, mas que “comparecimento médico é diferente de atestado”, por isso não aceitou. Os oposicionistas também acusam Martiniano de tentar agredir Luiz Prequé e seu filho, o vice-prefeito Rafael Prequé.
Com informações do A Voz da Vitória

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.