CONHEÇA O SAMU EM AMARAJI, OS SERVIÇOS PRESTADOS E A AMBULÂNCIA POR DENTRO

A poucos mais de um mês funcionando na cidade de Amaraji, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), tem atendido toda comunidade em diversas situações, diante da falta de conhecimento da população procuramos a base descentralizada localizada ás margens da PE 71, em Amaraji, para poder mostrar a população o que é o SAMU? Como funciona? Quem são os profissionais que prestam serviço? Buscamos tirar todas as dúvidas relacionadas ao SAMU.

Nosso encontro foi com a Drª Vanessa Ferraz, coordenadora do SAMU em Amaraji, enfermeira, Pós-graduada em urgência e emergência, com mestrado em cardiologia, segundo ela a população de Amaraji precisa estar atenta sobre os serviços que o SAMU oferece.
Ouça o áudio na integra da entrevista completa clicando aqui.
De acordo com a Drª Vanessa Ferraz, o SAMU é o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e ajuda a organizar o atendimento na rede pública prestando socorro à população. O serviço funciona 24 horas por dia através de chamada gratuita para o telefone 192 e conta com equipes de profissionais de saúde, enfermeiros, auxiliares de enfermagem e socorristas que atendem às urgências de natureza traumática, clínica, pediátrica, cirúrgica, gineco-obstétrica.
Ainda frisa que a ambulância do SAMU, a serviço da população em Amaraji é uma Unidade de Suporte Básico e conta com diversos equipamentos que dão suporte à vida. A equipe que está a serviço em Amaraji é formada por condutor, socorrista, e uma enfermeira. 
Ao todo a equipe dispõe dentro da ambulância de um Desfibrilador Automático Externo (DEA), KED (Utilizado para imobilização provisória da coluna vertebral e remoção de vítimas na posição sentada), ainda conta com cadeira de rodas e outros utensílios para diversos tipos de socorro e também para manter a vida de uma vitima.
O Serviço Móvel de Urgência e Emergência deve ser acionado pela população em situações que representem risco de sequelas graves ao paciente ou em risco de morte.
Veja exemplos de quando chamar o SAMU:
– Na ocorrência de problemas cardiorrespiratórios;
– Em casos de intoxicação por agentes externos;
– Em casos de queimaduras graves; 
– Na ocorrência de maus tratos;
– Em trabalhos de parto onde haja risco de morte da mãe ou do feto;
– Em casos de tentativa de suicídio; 
– Em crises hipertensivas; 
– Em caso de desmaios;
– Quando houver acidentes/trauma com vítimas;
– Em casos de afogamentos; 
– Em casos de choque elétrico;
– Em acidentes com produtos perigosos;
Nossa equipe também buscou responder as dúvidas de algumas pessoas que questionavam o porquê da viatura sempre sair com o som alto da sirene, segundo Vanessa, esse é um procedimento padrão e normal, primeiro porque não se sabe como está uma vítima que está precisando de socorro e tempo é essencial e segundo é uma forma de alertar a todos que a unidade está na rua e precisa de preferência no trânsito.
Nossa equipe aproveitou o momento para saber sobre os trotes, que já aconteceram e solicitasse que a população não usufrua do serviço para isso, pois na hora que a unidade sai para uma ocorrência que não aconteceu deixa de atender outra que realmente precise.
Em nossa visita a base foi feita uma simulação de  tática de salvamento e as portas da ambulância foram abertas para que todos possam conhecer a unidade por dentro.
Simulação de socorro com uso da maca

Simulação do uso do KED
(Utilizado para imobilização provisória da coluna vertebral e remoção de vítimas na posição sentada)

Rádio amador usado para comunicação com a central e também entre base-ambulância

Bolsa amarela que contém medicações, glicosímetro, estetoscópio e medicações.

Maca usadas para socorro, ao total são duas uma infantil e uma adulto

Condutor Mário indicando que o banco serve para transportar uma segunda vítima se precisar

Cadeira de rodas que fica dentro da ambulância para ser usada caso necessite

Rádio amadores sendo utilizados ao todo são 4, um móvel, um na base e dois na viatura

 Dick para lavagem ou manutenção da viatura

Garagem coberta da ambulância


Reportagem: Edmar Gomes
Fotos: Edmar Gomes  / Jaqueline Medeiros
Captação do áudio: Jaqueline Medeiros
Compartilhe:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.