POLÍCIA APREENDE MAIS DE R$ 5 MIL EM NOTAS FALSAS NAS CIDADES DE GRAVATÁ, BEZERROS E XEXÉU

Quatro pessoas foram presas, em três diferentes ações policiais no interior do estado com mais de R$ 5 mil em notas falsas.Os casos aconteceram na sexta-feira passada nos municípios de Xexéu ,Bezerros e Gravatá. Todos os suspeitos foram autuados em flagrante por adquirir, guardar e colocar em circulação moeda falsa e, caso seja condenados, poderão pegar penas que variam de três a 12 anos de reclusão.

O primeiro caso aconteceu em Palmares. José Sebastião da Silva, de 47 anos, foi detido por policias militares do 10º Batalhão situado em Palmares no início da noite de sexta-feira passada.A polícia chegou até os suspeito depois que receber denúncia de que uma pessoa estaria repassando dinheiro falsificado no comércio de Xexéu. Com ele a polícia apreendeu R$ 1.270 em cédulas falsas, sendo 12  cédulas de R$ 100 e sete de R$ 10. O homem foi encaminhado para o Cotel.No interrogatório, José  Sebastião contou que encontrou um pacote de cédulas com aproximadamente R$ 3 mil, amarrados em uma liga no chão nas proximidades de um banco em Xexéu.

Na tarde da sexta-feira, policiais militares da 3ª Companhia da Polícia Militar de Bezerros foram informados que um homem tentou trocar uma nota de R$ 100 falsa com um mototaxista. Os policiais saíram em diligência e conseguiram prender Josinaldo Sverino da Silva, de 27 anos, residente em São Paulo. Ele foi preso portando 29 cédulas de R$ 100, totalizando R$ 2.900. No interrogatório, ele disse que tinha acabado de chegar de São Paulo e encontrou o dinheiro em uma lixeira, próximo ao terminal rodoviário da cidade de Bezerros. 

Também na noite da sexta-feira, A Polícia Militar foi informada de que dois homens teriam tentado trocar uma cédula falsa de R$ 100 falsa na Rodoviária de Gravatá. A dupla teria saído da cidade em um ônibus que faz a linha Bezerros/Gravatá. Foi montado um bloqueio na BR 232, onde os policiais conseguiram prender, Joseildo Justino dos Santos e Manuel Florêncio da Silva, ambos residentes no bairro São Pedro em Bezerros. Manuel estava com uma cédula e Josenildo com sete notas de R$ 100, totalizando R$ 800. Em seus interrogatórios, eles informaram que o dinheiro foi adquirido com a venda de um relógio na cidade de Gravatá. Os três foram autuados em flagrante e encaminhados para a Penitenciária Juiz Plácido de Souza.


Com estas apreensões, a Polícia Federal já contabiliza somente este ano a apreensão de R$ 7.482,00 e a prisão de nove pessoas sendo, oito homens e uma mulher nas cidades de Casa Amarela (12 e 15/06/2013), Xexéu (28.09.2013), Olinda (30.09.2013), Bezerros (08.11.2013) e em Gravatá (08.11.2013).

Saiba como se proteger
1. NÃO TENHA PRESSA NO ATENDIMENTO: Geralmente essas notas são passadas em locais de grande concentração de pessoas, feiras, lojas, supermercados, comércio ambulante, e muitas vezes a pressa de quem está recebendo para dar o troco e atender um maior número de clientes é um fator de risco no recebimento das notas. 
2. OBSERVE A TEXTURA DA NOTA: Outra cautela que pode ser tomada é reparar na textura do papel das notas que estão sendo recebidas e procurar o relevo da tinta usada na fabricação da cédula. Nas notas mais novas é possível identificar o relevo onde está escrito Banco Central do Brasil, na parte superior esquerda da cédula.
3. VERIFIQUE A MARCA DÁGUA COLOCANDO A NOTA CONTRA A LUZ
4. PRESTE ATENÇÃO NO REGISTRO COINCIDENTE: Os falsários tem grande dificuldade em reproduzir o chamado registro coincidente. Esse símbolo é desenhado dos dois lados e, visto contra a luz, as figuras das duas faces coincidem. 
5. DESCONFIE DO FIO DE SEGURANÇA NÍTIDO DEMAIS
6. OBSERVE A IMPRESSÃO DA NOTAS: Nas cédulas legítimas, as tonalidades de cores são firmes – as notas falsas têm cores com pouca nitidez e costuma haver borramento das cores.

7. NO CASO DE DÚVIDA, COMPARE A NOTA SUSPEITA COM UMA NOTA VERDADEIRA: Tanto quem passa ou repassa de boa-fé com a intenção de não ficar no prejuízo cometem crime e podem ser presos.

Do Diário de Pernambuco

Compartilhe:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.