MULHER MATA MARIDO A FACADAS EM ESCADA, NA MATA SUL

Uma mulher assassinou o marido na comunidade de Nossa Senhora, na zona rural de Escada, na Zona da Mata Sul de Pernambuco. Maria Domingos dos Santos, de 49 anos, matou com uma facada no pescoço Ivan Cordulino da Silva, catador de material reciclado, de 53 anos, mas escondeu o corpo em casa, para que a família não soubesse. De acordo com a polícia, ela teria dado uma primeira versão aos familiares de Ivan, dizendo que ele foi morto por três homens encapuzados, que chegaram num carro.
De acordo com a irmã da vítima, Eliete Cordulino da Silva, a suspeita entrou em contradição, quando explicou a cena do crime. “Ela disse que tinha brechado, quando os homens chegaram, mas a porta da casa dela não tinha brecha. Já começou por aí. Disse que os caras deram uma coronhada nela, depois acertaram ele. Eu perguntei como eles mataram meu irmão e ela disse que mataram ele com um tiro”, contou Eliete.
Nessa terça-feira (19), Maria assumiu a autoria do crime à polícia e foi autuada em flagrante. Ela alegou que matou Ivan, porque era constantemente agredida por ele. “Eu já tinha dito a ele que ia fazer isso, mas Ivan não falou nada. Eu não acho certo matar, nunca matei, mas ele mereceu, porque batia muito em mim”, confessou, Maria.
A suspeita disse que já tinha denunciado o marido à polícia algumas vezes, mas que ele fugia quando a polícia vinha buscá-lo. Ela disse ainda que já chegou a sair de casa algumas vezes, mas Ivan sempre ia atrás dela. “Eu voltava pra casa, achando que ia ser diferente, mas ele continuava batendo em mim”, explicou a acusada.
Para o delegado do caso, Antônio Rezende, a definição da investigação é que o crime foi premeditado, e não passional. “O corpo está cheio de escoriações, de quando Maria arrastou o corpo para fora de casa. Ela também se preocupou em limpar o chão sujo de sangue, lavar a faca e a roupa”, comentou o delegado.
Do JC Online
Compartilhe:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.