NOVA PROPOSTA DEVE SER REJEITADA PELOS BANCÁRIOS, E GREVE DEVE CONTINUAR

Para a presidenta do Sindicato dos Bancários no Estado, Jaqueline Mello, a nova proposta da Fenaban avançou, mas ainda não é suficiente para fechar um acordo. “O ganho real é pequeno, a valorização do piso é pífia e não contempla outras reivindicações, como a proteção ao emprego, o combate à insegurança e às metas abusivas, igualdade de oportunidades…”, explica Jaqueline, que representa Pernambuco no Comando Nacional dos Bancários, responsável pelas negociações com os bancos.
A orientação do Sindicato é para que a proposta seja rejeitada na assembleia que será realizada nesta segunda-feira, dia 7, às 18h, na sede da entidade (Av. Manoel Borba, 564, Boa Vista). “É importante que todos os bancários participem da assembleia para discutirmos a proposta e para rejeitá-la. Também vamos discutir como conduzir a greve nos próximos dias. Precisamos ampliá-la ainda mais para continuar pressionando os bancos e para arrancar uma nova proposta que contemple as nossas reivindicações”, destaca Jaqueline, lembrando que as negociações específicas com os bancos públicos continuam paradas. 
Os bancários estão em greve desde o dia 19 de setembro. A paralisação da categoria já é considerada a maior dos últimos vinte anos. Em Pernambuco são mais de 10,5 mil bancários parados (90% da categoria no Estado), com 518 das 602 agências fechadas. Os centros administrativos dos bancos também estão em greve.
Fonte: Agência Brasil
Foto: Edmar Gomes (A.N)
Compartilhe:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.