PARÓQUIA DE SÃO JOSÉ EM AMARAJI REALIZA ELEIÇÃO DO CONSELHO PASTORAL

Foi realizado no último domingo (15/09) em Amaraji na igreja de Santo Amaro, a eleição para a construção do Conselho de Pastoral da Igreja Matriz de São José da Boa Esperança, onde foi feito as indicações e da sua importância do C.C.P na paróquia da cidade. Também foi tratado sobre a participação dos grupos nos trabalhos paroquiais, sobre a reforma da igreja de Santo Amaro e que já foi investido até o momento R$ 96.000,00 (Noventa e seis mil reais), e sobre a festa de São Francisco que será realizada de 3 a 6 de outubro onde a capela fica localizada no bairro João Paulo II. Antes da eleição se realizar foi lido um texto regimental sobre a importância do C.P.P na Paróquia.

O concilio Vaticano II na Constituição Dogmática Lumen Gentium,exige o reconhecimento da existência de ¨verdadeira igualdade e a ação comum a todos os fiéis na edificação do corpo de Cristo¨(LG 32 e/ed vozes n° 80). Uma igreja que quer ser “comunhão” não pode considerar a comunidade apenas destinatária ou objeto da ação dos pastores ou ministros(padres). A comunidade é a responsável pela ação missionária e pastoral da igreja por sua atuação no mundo.
Propôs o Conselho como uma forma de concretizar a responsabilidade na Igreja. O Conselho Pastoral diocesano (ef.CD 27,Ed. vozes 1087). O código de Direito Canônico estendeu o Conselho Pastoral, por analogia,às paróquias (ef.cân.536)
A participação nos Conselhos de pastoral, é importante para superar o individualismo, o autoritarismo, o isolamento da pastorais e movimentos da vida comunitária. O bom funcionamento do C.P.P também evita a existência das chamadas “panelinhas”, um pequeno grupo de pessoas que se apodera de um setor ou de um conjunto de atividades da paróquia de forma autoritária, impedindo ou excluindo a participação da maioria da comunidade.
A organização do C.P.P permite que as decisões sejam tomadas e assumidas em conjunto. O espirito comunitário vai surgindo e provocando maior participação e envolvimento da comunidade. O povo passa a valorizar mais suas lideranças, sem recorrer a cada passo ao padre para resolver seus problemas. Há também uma maior distribuição de liderança e maior empenho pela sua formação.
Sendo assim é oportuno que seja criado ou reorganizado em cada paróquia um Conselho de Pastoral, que se regerá pela legislação canônica e pelas normas particulares da Diocese.
Logo após o Padre Adriano Tenório falou do festa de centenário de São José, Encontro Diocesanos de Pernambuco, a Comissão do Vicariato que vai está em Amaraji dia 28 de setembro e também da ida a Chã Grande no sábado dia 21 de Setembro onde será realizada a festa de São Padre Pio XII, e também o padre falou que também desejo de ingressar no exercito.
Depois, foram indicado os nomes para a eleição onde foram eleitos os seguintes nomes, funções e obrigações para o conselho pastoral, a posse dos mesmos se deu na missa, no mesmo dia, na Igreja Matriz de São José.
Presidente – Denise Sotero Fontes
Vice-Presidente – Dôra
1ª- Secretária – Maria Helena da Silveira 
2°- Secretário – Roberto
1ª- Tesoureira – Euridete Sena
2ª- Tesoureira – Verinha

Reportagem Márcio Meira / Adaptação: Edmar Gomes


Compartilhe:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.