PROFESSORA É MORTA A FACADAS POR CAUSA DE UM CADEADO, EM AMARAJI

Uma conversa que aparentemente parecia normal, terminou com uma professora morta a facadas no Bairro Alice Batista na manhã deste sábado (10/08).
Segundo depoimento do acusado, o desempregado e com problemas mentais, Elias da Silva Nascimento, 41 anos, o mesmo estava em um armazém quando a professora Antônia de Fátima carneiro de Oliveira(foto), 53 anos, chegou para comprar um cadeado, quando o mesmo a indagou onde seria usado e a mesma respondeu que não era de seu interesse, após a resposta da professora o desempregado ficou chateado com a forma da resposta e deferiu segundo ele de 2 a 3 facadas, após o ocorrido a

senhora foi socorrida ao Hospital Alice Batista e o acusado caminhou na rua em direção a sua residência quando populares munidos de cabo de enxada o capturaram entregando a policia que chegou de imediato.

A professora Fátima como era conhecida já deu entrada no hospital sem vida, já o acusado foi recolhido a Delegacia de Amaraji onde foi lavrado o Boletim de Ocorrência por homicídio doloso (motivo fútil) e logo após recolhido ao presidio de Vitoria de Santo Antão.
Em conversa com uma das irmãs do acusado a mesma alega que o irmão toma remédios controlados e não sai sem eles, e conforme se ver no vídeo gravado com o acusado, o mesmo relata que não sai de casa sem a faca peixeira.
A morte da professora levou à cidade a comoção, pois a mesma era muito conhecida por seu trabalho.
Participaram da captura os soldados Erivaldo, Cb. Ramalho, Agente Daniel.

Redação Amaraji Notícia / Repórter Edmar Gomes.
Última atualização: 11/08/2013 – ás 12:30hs

::: EXCLUSIVO :::
MOMENTO EM QUE A POPULAÇÃO CAPTURA O ACUSADO




CONFIRA A ENTREVISTA EXCLUSIVA DO ACUSADO AO REPÓRTER EDMAR.

Local onde o acusado deu a facada na professora

Elias, acusado de esfaquear a professora, já detido na delegacia de Amaraji


Faca usada no crime

Agente Sérgio e Cabo Ramalho, responsáveis pela captura

Cenas fortes, corpo da professora morta já no hospital Alice Batista
Compartilhe:

Comentários

comments

9 thoughts on “PROFESSORA É MORTA A FACADAS POR CAUSA DE UM CADEADO, EM AMARAJI

  • 10 de agosto de 2013 em 5:02 pm
    Permalink

    é muito trista saber que por nada se comete uma crueldade desta. só tem de pedir conforto a Deus pra família da professora Fatima.

  • 10 de agosto de 2013 em 5:43 pm
    Permalink

    Darlan, você não pode querer mata-lo, como ele disse ele tem problemas mentais, triste sim e muito, mas ele não entende, você é da igreja e falou isso…

  • 10 de agosto de 2013 em 5:53 pm
    Permalink

    Isto é uma desculpa, nada haver só porque tem problemas mentais é obrigado assassinar os outros, e que família é esse que deixa ele sair armado “para que existe clinicas de tratamento. (Meus pesamos para a família que Deus os proteja e os console)

  • 10 de agosto de 2013 em 6:08 pm
    Permalink

    Agenor, a familia ão o deixou sair armado, ele pegou uma faca, a familia não tem culpa, não estou dizendo que isto é desculpa, ele tem que ser preso sim, mas a familia não tem nada a ver com isso, ela não sabia oque ele iria fazer…

  • 10 de agosto de 2013 em 9:30 pm
    Permalink

    * E triste pelo que houve. Que o Senhor Jesus esteja com a família dessa senhora, sei que a dor não e fácil não perde uma pessoa numa situação dessa,sei que Deus não abandona seus filhos principalmente nessa situação e que a justiça seja feita.E sei que a justiça de Deus não falha *

  • 10 de agosto de 2013 em 9:44 pm
    Permalink

    Fim dos tempos; As pessoas fazem peversidades e se justificam alegando insanidade,uma coisa não tem nada a ver com a outra. Subentende-se que este indivíduo estava mau intencionado e consciente do que fez. A meu ver ele estava possesso do inimigo (ódio e sede de sangue), problema espiritual gravíssimo.

  • 11 de agosto de 2013 em 2:07 am
    Permalink

    Eu acho que as pessoas tem costume de generalizar as coisas, sair dando o diagnostico sem saber. A realidade tem mostrado que os portadores de personalidades psicopáticas estão por trás da maioria dos crimes considerados bárbaros, com alto grau de violência e perversidade.

  • 11 de agosto de 2013 em 9:34 am
    Permalink

    pena de morte acaba o poblema mental

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.