EXAME FÓRUM NORDESTE REUNE GOVERNADORES PARA DISCUTIR O PROGRESSO DO NORDESTE

Evento realizado no Recife teve a presença de presidentes de multinacionais e governadores da região que discutiram como manter a marcha da expressão de economia do nordeste. A economia nordestina e suas principais frentes de crescimento foram os focos do evento realizado pela revista EXAME que aconteceu no Mar Hotel no dia 13 de de agosto de 2013. Foi realizado o EXAME FÓRUM NORDESTE, que reuniu executivos, empresários e autoridades em um dia de debates sobre as oportunidades surgidas com os grandes investimentos em infraestrutura alocados na região nordeste e principalmente com o extraordinário aumento de renda média na região na ultima década,em grande parte responsável pelo fenômeno nacional da nova classe média Brasileira.
A abertura do evento foi feita pela senhora diretora e superintendente da EXAME Claudia Vassallo logo após pelo prefeito Recife o senhor Geralado Julio. Na ordem de palestrantes estiveram os senhor Cláudio Porto presidente da Macroplan com o tema Economia a evolução da região nos últimos anos e as expectativas pra os próximos, o senhor Silvio Meira presidente do conselho de Administração do Porto Digital com o tema Inovação e conhecimento como transformar o nordeste numa economia mais moderna. Na ordem dos debates estiveram na mesa pra o primeiro debate Américo Pereira Filho Presidente da FedEx Express no Brasil, Antonio Sergio Melo Diretor de Assuntos Institucionais da FIAT, Artur Grynbaum Presidente Executivo do Grupo Boticário, Tani bacelar Professora da universidade Federal de pernambuco com o tema Investimento-os principais fatores de atração de grandes empresas e os incentivos oferecidos pelos estados nordestinos. Para o segundo debate foram para mesa Cláudio Porto, João Carlos Brega-Presidente da Whirlpool, Renato Meirelles Presidente da Data Popular e Richard Saunders Presidente da Eletro Shopping com o tema Consumo o potencial do mercado regional e as lições de marketing aprendidas pelas grandes companhias de consumo. Para o terceiro debate estiveram presente a mesa Marcelo Alecrim Diretor presidente da ALESATE Combustivéis, José Rafael Vasquez vice presidente do Walamart Brasil, Pedro lima presidente do Grupo 3Corações e Vijay Gosula Diretor de Mckinsey com o tema as vantagens e desvantagens competitivas do nordeste brasileiro;mão-de-obra, logística e infraestrutura.para o quarto debate foram convidados Alexandre Rands Presidente da Datamétrica, Antonio Tovar Chefe do departamento de Energias Alternativas de BNDES, Geraldo Julio prefeito do Recife, João paulo dos Reis Velloso Economista com o tema O caminho ainda a percorrer e como transformar crescimento e desenvolvimento. E para finalizar o evento com grande expressão o painel de governadores do Nordeste com Eduardo Campos governador de Pernambuco, Jaques Wagner governador da Bahia, Ricardo Coutinho governador da Paraíba e Rosalba Ciarlini governadora do Rio Grande do Norte.
Sobre as principais empresas que se instalaram em Recife e em Pernambuco e buscar exercer muito mais os destaques que Recife tem na sua educação,e que é a 3ª cidade do Brasil em aceitação de consumo dos planos de desenvolvimento e com uma gestão politica de qualidade e o que está sendo cumprido onde foi destacada a economia criativa a redução da pobreza dos impactos sobre a região do mundo urbano e um maior domínio da complexidade da valorização econômica,da alta sustentação,sobre as taxas nos planos de renda da descentralização da base produtiva. Foi tratada a questão da mão de obra qualificada,empresários e a remuneração, acesso a banda larga, plataformas de negócios, programas de transferências de rendas, transição demográfica. Foi também com relatado nos debates sobre a transposição da ferrovia da transnordestina na logística, transposição do Rio São Francisco, equacionamento do semi árido, desenvolvimento da urbanização, redes cidades, planos de negócios empresariais, compensação das desigualdades, postura mais pró-ativa dos grandes complexos e competitividades, prefeituras das cidades medias e pequenas, politicas regionais, clausulas de barreiras, reforma tributária, revisão do pacto federativo, visão de longo prazo, o poder publico e privado para redução do deficit, atenção especial para as cidades medias nas redes cidades, capital humano, rede de inovação e tecnologia, melhoria de negócios nas redes publicas.
O Brasil tem um crescimento grande, mais o nordeste é muito mais diferenças regionais internas, festas juninas são muito forte, festa nordestina com sotaque sulista, a importância que é o nordeste onde nove milhões e meio estão fora do nordeste, cinco milhões e meio estão em São Paulo.
Foram debatidos sobre a logística do trem, matriz da complexidade tributária, desafios da complexidade,planejar que a cidade é importante,preparar-se para não ter um custo maior,os funcionários ser a própria família, estrutura de oportunidades e necessidade,proposta de valor,comprar bom e barato,logística é uma competência que se desenvolve, separar a logística da marca, vantagens do nordeste é o consumidor,qualidade de vida e consumo,nivelar o consumo,aumentar produtividade no sistema privado,45% da renda no nordeste é de funcionário publico, investimento tem que ter lucratividade, macro-urbanização que são geradoras de rendas,cidades com explosões de consumo,entrada da logística no interior que está se desenvolvendo, fundamentos para o varejista, regionalização do produto e gastos,customizar para atender o consumidor,rotatividade nos serviços,direção e simplicidade para empregar mais,principio básicos da empresa,respeitar o individuo,cultura da organização,respeitar e valorizar a marca, o empresário precisa investir em capacitação regional.
Os debatedores também citaram sobre a área de industria atlântica, integrar o nordeste em seus eixos e levar complementos a todos os setores, biotecnologia a base de biodiversidade, concentração da população nos centros urbanos, investimentos de conhecimentos e crescimentos, gerar renda, formar empreendedores, gerar núcleos de qualidade de vida na cidade, ofertar mais lazer na cidade, melhorar os espaços urbanos, pensamento rico para a questão urbana, cada região tem suas qualidades, custo logístico, infra estrutura com investimento em educação 1/3 de produtivos no país estão na região nordeste o crescimento do nordeste está acontecendo nessa década com mercado.
Presenças importantes dos governadores de Pernambuco Eduardo Campos, da Bahia Jaques Wagner, da governadora do Rio Grande do Norte Rosalba Ciarlini,e do governador da Paraíba Ricardo Coutinho.
O governador de Pernambuco tratou no seu discurso a seguinte expressão “Um novo desafio do nordeste. A primeira é entender a questão regional como uma questão nacional, os desafios do nordeste é o desafio do Brasil.”
O governador da Bahia Jaques Wagner tratou de falar sobre a importancia dos estados nordestinos nos investimento de comercio das empresas
A governadora do Rio Grande do Norte falou que os desafios são grandes e que cada estado tem o seu potencial mais a união regional traz um engrandecimento muito maior.
O governador da Paraíba Ricardo Coutinho falou sobre a importância da integridade logística portuária para o desenvolvimento econômico da região. 
O nosso registro junto governador da Bahia e da governadora do Rio Grande do Norte 
Márcio Meira – A Bahia sendo um estado de maior extensão territorial do nordeste, o que senhor acha economicamente de equilíbrio entre pernambuco, Rio Grande do norte e Paraíba, de igualdade econômica e diferencial ? 
Jaques Wagner – O diferencial é o fato de você já ter uma economia mais desenvolvida, ter um parque industrial escalado e por tanto ter uma mão de obra já pré qualificada maior, mas eu sou muito favorável que o desenvolvimento chegue a todos os estados, nós temos a segunda maior refinaria do país, gostaria que fosse uma pro Rio Grande do norte outra pra o Ceará a gente tem que pensar no desenvolvimento da região como um todo, nós temos uma região de dificuldades que é o semi árido, saber que tipo de desenvolvimento cabe lá. Temos uma região que se desenvolve muito mais que é o serrado, então são características de cada estado e cada um tem seu potencial.
Márcio Meira – O trunfo de Pernambuco que Eduardo conseguiu descobrir foi SUAPE e lá o senhor tem Camaçari, quais são os entendimentos que existem entre o senhor e Eduardo quanto a questão econômica portuária aqui no Nordeste? 
Jaques Wagner – Eu acho que tem espaço demais pra crescer pernambuco, Bahia e os estados do nordeste, os nordestinos tem que está se ajudando, hoje Pernambuco tem um porto mais eficiente do que o de lá, ele ganha neste aspecto, lá a gente tem uma base industrial mais acentuada, a gente ganha nesse aspecto e de turismo todos nós temos o que oferecer, eu acho que a gente tem que saber se complementar. 
Entrevista a governadora do Rio Grande do Norte
Márcio Meira – Dentro o que foi apresentado entre o Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco e Bahia o que a senhora acrescenta que pode ter trazido de engrandecimento quando se trata nas questões individuais de estado e nas questões coletivas quando aconteceu nesse momento do fórum?
Rosalba Ciarlini – É possível, se juntar forças cada estado tem seu potencial e temos que saber as nossas diferenças, mas todos tem a sua contribuição a dar porque dessa forma vamos conseguir acelerar mais o desenvolvimento.
Márcio Meira – Existe uma integridade e podemos ter mais estados do que os que estão presentes?
Rosalba Ciarlini – Temos alguns encontros com a SUDENE, com os secretários de cada área e com isso que vamos se desenvolver de uma forma sabia, mais equilibrada, fazer com que o desenvolvimento chegue ao interior e com certeza quem ganha é o nordeste e o Brasil.
Reportagem Márcio Meira

Governador da Bahia – Jaques Wagner

 Governador de Pernambuco – Eduardo Campos

Governadora do Rio Grande do Norte – Rosalba Ciarlini 


Compartilhe:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.