PREFEITO DE AGRESTINA PODE SER CASSADO PELA JUSTIÇA ELEITORAL

O Ministério Público de Agrestina expediu nesta quinta-feira (11) parecer favorável pela cassação do prefeito Thiago Nunes (PDT) em duas ações de investigação eleitoral, movidas pela ex-prefeita Carmen Miriam (PT).
Segundo o Ministério Público, ficou comprovado a prática de abuso do poder econômico pelo atual gestor nas eleições do ano passado, quando Thiago saiu vitorioso com 384 votos de vantagem.
O processo segue agora para o juiz da 86ª Vara Eleitoral. O magistrado terá agora 72 horas para decidir o destino político de Agrestina.
Com informações do Blog do Jamildo.
Compartilhe:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.