POLICIA FEDERAL PEDE INVESTIGAÇÃO SOBRE CONTRATOS DE EMPRESA COM GOVERNO DE PERNAMBUCO

Sob indícios de superfaturamento, um dos contratos da empresa Ideia Digital com a gestão do governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), deve ser investigado. O pedido para iniciar a apuração foi feito pela Polícia Federal (PF) em Brasília ao Ministério Público, de acordo com a Folha de S. Paulo.
De acordo com a reportagem, a Ideia Digital assinou contratos de R$ 77,5 milhões em Pernambuco para informatizar escolas. Desse valor, já foram pagos R$ 51,2 milhões. Em dois contratos de 2011, o Governo do Estado usou os mesmos critérios usados na Paraíba, onde há investigações da PF que apontam o desvio de verbas para a campanha do governardor Ricardo Coutinho (PSB).
O dinheiro seria de convênio do Ministério da Ciência e Tecnologia com a Prefeitura de João Pessoa para a implantação de um projeto de internet grátis, feito em contrato com a mesma empresa, vencedora da licitação. Outro contrato foi assinado em Pernambuco no ano passado.
Em resposta à Folha de S. Paulo, o Governo de Pernambuco afirmou que suspendeu um dos contratos com a empresa. No entanto, outros dois foram executados. Além disso, informou que foi instaurada apuração interna, com relatório em fase final, e auditoria do Tribunal de Contas do Estado. 
A PF também pediu que as investigações sobre outras autoridades fossem aprofundadas, entre elas a do ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, e a dos deputados federais Efraim Filho (DEM-PB) e Valtenir Pereira (PSB-MT).
Compartilhe:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.