DOCUMENTOS SIGILOSOS DE PROCESSOS E MOVIMENTAÇÕES FINANCEIRAS DO CONSELHO TUTELAR DE AMARAJI SÃO JOGADOS NA RUA

Hoje pela manhã um fato chamou a atenção da nossa equipe, quando os mesmos iam passando pela Rua 23 de julho nossos repórteres presenciaram o momento em que trabalhadores da Prefeitura Municipal faziam o transporte de móveis sucateados do Clube municipal para outros lugares, haja vista que o Clube irá passar por reformas e tudo que tinha dentro do mesmo precisava ser retirado, tudo normal até quando vários utensílios foram jogados na rua para serem apanhados e recolhidos pelo veiculo que coleta lixo, mas quando nossa equipe chegou ao local se deparou foi com uma quantidade enorme de documentos sigilosos de processos de crianças e adolescentes, todos os documentos estavam abandonados na rua, dentre os documentos estavam publicamente expostos documentos originais de valores repassados ao conselho tutelar entre 2002 e 2008, notas fiscais e documentos relacionados a ações bancarias datadas de 2011 e documentos inclusive assinados pelo Prefeito atual da cidade, o que mais chamou a atenção da nossa equipe são alguns documentos datados de 2012, ou seja, do ano passado.
Isso demonstra um despreparo dos responsáveis pelo arquivamento dos documentos, já que documentos que estão relacionados a tais deveriam estar bem guardados e zelados por serem o registro de ações judiciais e financeiras do CONDICA.

A nossa equipe recolheu todos os documentos que estão no escritório da nossa editoria e de imediato contatamos o conselho tutelar da cidade onde conseguimos contato com o Conselheiro Ailton Martins que foi informado sobre o ocorrido, agora aguardamos que possam ser reintegrados ao local que nunca deveriam ter saído que é o arquivo do conselho.

Compartilhe:

Comentários

comments

One thought on “DOCUMENTOS SIGILOSOS DE PROCESSOS E MOVIMENTAÇÕES FINANCEIRAS DO CONSELHO TUTELAR DE AMARAJI SÃO JOGADOS NA RUA

  • 17 de julho de 2013 em 2:39 pm
    Permalink

    Que isso é falta de profissionalismo está na cara, pois hoje em dia qlq um pode se tornar um funcionário do Conselho. Isso é falta de responsabilidade essa sim é a palavra correta.
    Será que eles tem os estudos necessários para ocupar o seu devido cargo? Ou apenas o ensino médio e má le má um cursinho de informática? Essa situação é lamentável de se ver.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.