DANIEL ALVES CONTINUA PREFEITO, O TRIBUNAL, POR UNANIMIDADE, DESPROVEU O AGRAVO REGIMENTAL

Na noite desta quinta (13/06) os magistrados que compareceram a 56ª Sessão Ordinária Jurisdicional do TSE, decidiram o futuro político do prefeito eleito de Chã Grande, Daniel Alves.
Sob a presidência do Senhor Ministro Marco Aurélio e presentes os senhores Ministros Dias Toffoli, Rosa Weber, Laurita Vaz, Castro Meira, Henrique Neves da Silva e Luciana Lóssio. Vice-Procuradora-Geral Eleitoral a Dra. Sandra Verônica Cureau. Ausente, justificadamente, a Senhora Ministra Cármen Lúcia (presidente). Secretário, Fernando Maciel de Alencastro.
Às dezenove horas e cinquenta minutos foi aberta a sessão, sendo lida e aprovada a ata da 55ª sessão.
Alguns instantes após o inicio, foi colocada em pauta a votação do processo Nº 33444.2012.617.0030, que corresponde a Daniel Alves (PP) e que teve como resultado:
Decisão: 
O Tribunal, por unanimidade, desproveu o agravo regimental, nos termos do voto do Relator. Votaram com o Relator os Ministros Dias Toffoli, Rosa Weber, Laurita Vaz, Castro Meira, Henrique Neves da Silva e Luciana Lóssio.

Resumindo:
O tribunal por unanimidade: todos quiseram a mesma coisa.
Desproveu do agravo regimental: desistiu de por em prática uma decisão.
Nos termos do voto do relator: em base da decisão de todos que se relacionaram com o assunto.
Ou seja:
Todos quiseram a mesma coisa, então o tribunal desistiu de por em pratica uma decisão, de acordo com a decisão de todos os que participavam direta ou indiretamente daquela secção.
Com a decisão os magistrados não acataram o pedido do Ministério Público que pedia a impugnação do candidato, Daniel Alves (PP) irá concluir seu mandando normalmente e o povo de Chã Grande comemora e espera que o seu gestor execute um governo que vise a melhoria da cidade

Foto: Blog Danielle Alves

Compartilhe:

Comentários

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.